Como assim? Em 40 anos, a contagem de espermatozoides dos homens caiu 50%
423
Compartilhamentos

Como assim? Em 40 anos, a contagem de espermatozoides dos homens caiu 50%

Último Vídeo

Espermogramas realizados em homens da América, da Europa, da Austrália e da Nova Zelândia, ao longo dos últimos 40 anos, revelaram que a quantidade de células reprodutoras, os espermatozoides, diminuíram mais de 50% ao longo desse período.

Esse dado foi divulgado por meio de um estudo recente, publicado na revista Human Reproduction Update. A pesquisa avaliou exames de quase 43 mil homens de 50 países diferentes, que forneceram amostras de sêmen entre 1973 e 2011.

Além da quantidade de espermatozoides, o estudo analisou dados como idade, tempo sem fazer sexo e localização geográfica. Enquanto homens de diversos países ocidentais tiveram um declínio de 50% na contagem das células reprodutoras, homens da América do Sul, da Ásia e da África permaneceram com a contagem normal, no entanto.

Mas por quê?

Para os pesquisadores, essa diminuição percebida entre muitos dos homens pesquisados pode ter relação com o aumento de alguns problemas de saúde. Só para você ter ideia, um estudo realizado por cientistas de Harvard em 2015 revelou que homens que consumiam alimentos com mais pesticidas, como morango, espinafre e pimentão, produziam menos espermatozoides do que os homens que consumiam alimentos que eram menos afetados pelos pesticidas, como abacate, repolho e laranja.

Entre outros problemas de saúde que diminuem a fertilidade masculina estão também a obesidade e o estresse – e ambos são prevalentes nos países que tiveram grandes diferenças nas análises dos espermogramas.

“Este estudo é um alerta urgente para pesquisadores e autoridades de saúde em todo o mundo para investigar as causas da forte queda contínua na contagem de esperma”, alertou um dos responsáveis pelo trabalho, Hagai Levine, em declaração publicada no Reader’s Digest.

A dica para homens que pretendem ter filhos, além de fazer acompanhamento médico quando necessário, é melhorar a qualidade de vida, praticando atividades físicas, perdendo peso e apostando em alimentos de origem orgânica. Abandonar hábitos nocivos à saúde, como o tabagismo e o consumo excessivo de álcool, também é uma boa atitude.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.