Pesquisadores encontram flores preservadas há 100 milhões de anos
826
Compartilhamentos

Pesquisadores encontram flores preservadas há 100 milhões de anos

Último Vídeo

Cientistas da Oregon State University encontraram, em Myanmar, na Ásia, pequenas flores preservadas em âmbar, as quais possivelmente ficaram intactas por 100 milhões de anos!

De acordo com os pesquisadores, as flores devem ter sido arrancadas de alguma árvore por um Triceratops ou por um Tiranossauro rex. Elas são muito pequenas: medem entre 3,4 e 5 mm.

De acordo com George Poinar Jr., a preservação foi tão efetiva que as flores parecem ter sido colhidas recentemente de um jardim: “Os dinossauros podem ter derrubado os ramos que deixaram as flores em depósitos de resina na casca de uma árvore de araucária, que se pensa ter produzido a reina que fossilizou em âmbar”, explicou Poinar, em declaração publicada no Mother Nature Network.

Intactas

“As árvores de araucária estão relacionadas aos pinheiros kauri, encontrados hoje na Nova Zelândia e na Austrália, e os pinheiros kauri produzem uma resina especial que resiste às intempéries”, completou.

Os cientistas disseram que a espécie da flor descoberta é Tropidogyne pentaptera, da família Cunoniaceae, que existe na Austrália e na Papua-Nova Guiné. São flores compostas por cinco pétalas e cujas cores variam entre tons de rosa e de vermelho.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.