4 mistérios arqueológicos que podem ser desvendados com novas pistas
79
Compartilhamentos

4 mistérios arqueológicos que podem ser desvendados com novas pistas

Último Vídeo

Nós do Mega Curioso já falamos por aqui a respeito de diversos mistérios relacionados a antigas civilizações e que tiram o sono dos arqueólogos. Enquanto alguns deles talvez jamais sejam solucionados, de acordo com Owen Jarus, do site Live Science, existem outros tantos que estão na mira dos estudiosos, e avanços nas investigações apontam que eles poderão ser desvendados um dia. Confira 5 desses enigmas intrigantes a seguir:

1 – Quem eram os “Povos do Mar”?

Vários registros históricos dão conta de ataques violentos perpetrados por um grupo desconhecido a inúmeras cidades portuárias e civilizações que ocupavam os territórios na região oriental do Mediterrâneo há cerca de 3,2 mil anos. Várias localidades chegaram a ser completamente destruídas por esse “bando” ao qual os arqueólogos se referem como Povos do Mar — e, apesar de não existirem informações concretas sobre a real origem desses marinheiros, descobertas recentes podem ajudar a desvendar esse mistério.

Povos do Mar(Wikimedia Commons/Domínio Público)

Com base em fragmentos de cerâmica produzidos por esses povos, os arqueólogos suspeitam que o grupo teria se estabelecido no Oriente Médio e poderia ser originário do Egeu. Existem várias escavações acontecendo em sítios associados com esses temidos marinheiros, e vários textos e objetos mencionando os Povos do Mar foram recuperados recentemente, como é o caso da transcrição de uma enorme pedra repleta de inscrições sobre esse grupo que foi descoberta em Beykoy, na Turquia, e tornada pública há apenas alguns dias.

2 – O que são as “Obras dos Antigos”?

As “Obras dos Antigos” — como eram chamadas pelos beduínos no início do século 20 — correspondem a uma variedade de estruturas de pedra que existem nos desertos da Jordânia, Arábia Saudita, sul de Israel e da Síria. Apesar de ser difícil avistar essas obras a partir do nível do solo, mais de 2 mil dessas curiosas construções já foram identificadas do alto por pilotos ou através de imagens de satélite.

Obras dos Antigos(Learning Mind)

Essas estruturas provavelmente foram construídas entre 3 e 5 mil anos atrás e consistem em longos muros de pedra que formam “desenhos” diferentes — como de pipas, rodas e portões. Uma das teorias é que as elas serviam para que os antigos habitantes da região capturassem rebanhos de animais migrando pelo deserto. Por sorte, os estudos sobre essas misteriosas formações estão progredindo e, segundo Owen Jarus, pesquisadores estão prestes a publicar um artigo a respeito das descobertas recentes sobre as “Obras dos Antigos” feitas na Arábia Saudita.

3 – Quem escreveu os “Manuscritos do Mar Morto”?

Os Manuscritos do Mar Morto, como você sabe, são milhares de fragmentos de documentos redigidos há mais de 2 mil anos em grego, aramaico e hebraico e que consistem na mais antiga coleção de textos bíblicos de que se tem notícia. Eles foram descobertos acidentalmente no interior de cavernas próximas a Qumran, em Israel, por um garoto beduíno em 1947 e, apesar de terem se passado várias décadas desde que o material foi encontrado, ele ainda gera acalorados debates.

Manuscritos do Mar Morto(Secrets of The Fed)

Uma das questões que causam discussões entre os estudiosos é a autoria dos Manuscritos do Mar Morto — e uma das teorias mais aceitas é a de que eles teriam sido produzidos e escondidos nas cavernas pelos Essênios que viviam em Qumran por volta do ano 70, um pouco antes de fugirem do ataque de soldados romanos. Mas novas descobertas, como uma anunciada em fevereiro, sugerem nem todos os textos foram redigidos por esse povo e que uma boa quantidade deles pode ter vindo de territórios que hoje correspondem à Palestina e a Israel.

4 – Alguém decifrará o antigo idioma do Vale do Indo?

A Civilização do Vale do Indo foi uma cultura que floresceu há mais de 4 mil anos em uma área da Ásia que hoje corresponde a territórios do Afeganistão, do Paquistão, da Índia e do Irã. Os arqueólogos acreditam que o colapso desse povo pode ter sido motivado por variações climáticas que atingiram a região, mas, apesar de esse grupo ter deixado uma vasta coleção de artefatos, construções, objetos e inclusive textos, seu idioma não foi decifrado ainda, portanto existem muitos mistérios a serem desvendados sobre essa civilização.

Idioma do Vale do Indo(Ancient Origins)

No entanto, os arqueólogos descobriram documentos que revelaram que muitas pessoas do Vale do Indo viveram na Mesopotâmia. Assim, no momento existem várias escavações em andamento que podem oferecer novas informações sobre essa cultura e sua interação com outros povos. E os estudiosos realmente esperam tropeçar com algum texto bilíngue — redigido no antigo idioma do Indo e em mesopotâmio, por exemplo — que permita a tradução das coleções de documentos deixadas pela enigmática civilização.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.