Cientistas descobrem a relação entre consumo de açúcar e câncer
824
Compartilhamentos

Cientistas descobrem a relação entre consumo de açúcar e câncer

Último Vídeo

A exata conexão entre o consumo de açúcar e o desenvolvimento de câncer foi finalmente descoberta em uma nova pesquisa. O problema está no fato de que as células cancerosas quebram o açúcar de modo que isso estimula o crescimento do tumor.

As células afetadas pelo câncer produzem energia de uma forma diferente do que as células saudáveis, usando um processo que fermenta a glicose e a transforma em lactato.

O açúcar é necessário para a sobrevivência de todas as células do nosso corpo, mas as células com câncer exigem mais açúcar do que o normal e acabam quebrando esse açúcar muito mais rapidamente também, por um processo acelerado de metabolização chamado Efeito Warburg.

A intenção é descobrir se esse efeito tem relação com o desenvolvimento mais acelerado da doença em algumas pessoas. “Nossa pesquisa revela como o consumo hiperativo de açúcar pelas células cancerosas conduz a um círculo vicioso de estímulo continuado de desenvolvimento e crescimento do câncer”, explicou o autor da pesquisa, Johan Thevelein, do VIB-KU Leuven Center for Cancer Biology, em declaração publicada no IFL Science.

Thevelein conta que o estudo também busca explicar a correlação entre o Efeito Warburg e a agressividade do câncer. Até esse estudo, não era claro se o Warburg era um sintoma do câncer ou se esse efeito poderia, na verdade, favorecer a multiplicação de células doentes, que foi o que se conseguiu descobrir com a nova pesquisa. É preciso deixar claro, no entanto, que o consumo do açúcar não é a causa do câncer – exageros, em decorrência de outras questões de saúde, nunca são recomendados.

Método

A pesquisa foi feita com base em análises de leveduras, que também produzem energia através da fermentação do açúcar, assim como as células com câncer. Leveduras ainda contêm a proteína RAS, que é responsável por controlar o crescimento celular.

Quando os genes que controlam essa proteína sofrem algum tipo de mutação, ela se torna permanentemente ativa, provocando o crescimento acelerado, inclusive das células cancerosas.

“A principal vantagem de usar levedura foi que nossa pesquisa não foi afetada pelos mecanismos reguladores adicionais das células dos mamíferos, que têm outros processos subjacentes. Além disso, conseguimos marcar esse processo em células de leveduras e confirmar sua presença em células de mamíferos”, afirmou Thevelein.

Essas descobertas serão utilizadas em futuras pesquisas sobre o câncer e os tratamentos para a doença. Ainda não se sabe, no entanto, se o consumo excessivo de açúcar piora ou causa quadros de câncer, assim como não há meios de interromper o Efeito Warburg.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.