Os olhos azuis surgiram nos humanos através de uma mutação genética ocorrida há aproximadamente 7 mil anos. Apesar disso, apenas 17% da população atual possui os olhos dessa cor, sendo que ela é almejada por muita gente que recorre ao uso de lentes de contatos ou implantes na íris.

Isso pode mudar em breve, com uma nova cirurgia a laser que promete alterar a pigmentação dos olhos em apenas 20 segundos! A técnica foi desenvolvida pela Stroma Medical, uma emprese com sede na Califórnia (EUA), e consiste na eliminação da melanina da íris de quem pretende fazer a mudança.

Com isso, quem tiver os olhos castanhos ficará com eles mais claros – o inverso não funciona, entretanto. “O princípio fundamental é que sob cada olho marrom existe um olho azul”, explica o médico Gregg Homer. A coloração azulada não é resultado de pigmentos específicos, sendo originada pela falta de melanina no órgão.

cirurgiaDestruição dos pigmentos de melanina dão origem a olhos claros

Entretanto, apesar de a cirurgia durar apenas 20 segundos, pode demorar algumas semanas até que os olhos apresentem sua nova cor. Como o laser destrói a camada de pigmentos sobre a íris, é preciso que o corpo elimine esse tecido morto para enfim mostrar o resultado esperado por quem aderir à novidade.

Segundo os desenvolvedores da técnica, ela não apresenta risco já que a energia do laser é extremamente baixa – ele inclusive não afeta nenhuma região ocular além da íris. Por enquanto, a Stroma Medical não tem autorização para efetuar o procedimento, que pode custar até US$ 5 mil, algo em torno de R$ 16 mil.

Um detalhe que pode atrasar a liberação é o fato de esse procedimento ser irreversível. Alguns oftalmologistas já se pronunciaram contra o tratamento estético, principalmente por mexer em um dos órgãos mais sensíveis do corpo humano. O medo é que os pigmentos atingidos pelo laser entupam canais internos dos olhos, aumentando a pressão e oferecendo riscos de glaucoma.