25
Compartilhamentos

Astronauta fala sobre as complicações de usar o banheiro no espaço

Ir ao banheiro para urinar ou fazer cocô é algo simples e corriqueiro na vida de quase todo mundo (“quase” porque, afinal de contas, muita gente ainda vive sem saneamento básico em pleno século 21). Entretanto, quando se é um astronauta e se tem o privilégio de passar um tempo flutuando sobre o planeta Terra na Estação Espacial Internacional (EEI), isso se torna quase um martírio.

Como você já deve saber, a força gravitacional lá é diferente daquela experimentada em nosso planeta, portanto, as coisas tendem a flutuar em vez de simplesmente serem atraídas “para baixo”. Diante dessa breve contextualização, é possível supor porque se torna mais complicado usar o banheiro nesse ambiente. Em entrevista ao Business Insider, a astronauta na NASA Peggy Whitson falou sobre o tema.

“Urinar é relativamente fácil”, comentou Whitson . “O número dois é mais desafiador porque você deve acercar um alvo bem menor”, complementou a profissional da NASA. Depois que a merda é expelida do corpo, ela é sugada pela peça que apenas lembra uma privada convencional.

Banheiro espacialO banheiro espacial não é tão convidativo.

Esse equipamento também sela o “material” a vácuo e tudo repousa por ali até ser removido (leia abaixo sobre o tratamento dado ao conteúdo pela EEI). O problema é que a fraca força gravitacional pode causar situações bem complicadas, como um monte de cocô flutuando livremente pela sala em caso de acidente ou manuseio equivocado.

“Depois que começa a ficar cheio, você precisa colocar uma luva de borracha e embalar tudo”, comenta Whitson. E é nesse momento que as coisas podem sair do controle e o ambiente ser dominado por indesejáveis pequenos bolos fecais que precisarão ser resgatados e embalados.

Lidando com dejetos

Quando tudo é coletado e embalado, o lixo produzido no espaço é enviado de volta à Terra em uma missão suicida: tudo é pensado para que ele seja incinerado quando reentrar na atmosfera terrestre. Já cerca de 85% da urina produzida na Estação Espacial Internacional é reciclada para se tornar água potável — pois é.

Astronauta fala sobre as complicações de usar o banheiro no espaço via TecMundo

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.

Comentários

Você já percebeu que passamos por algumas mudanças por aqui, né? Uma delas é melhorar também o nosso campo de comentários - e nada melhor do que você, nosso leitor, para nos ajudar e garantir que a gente esteja no caminho certo. Substituímos temporariamente nossos comentários por uma pesquisa rápida para implementarmos mais uma melhoria. Como você acredita que nossa interação pode ser mais próxima aqui?

CLIQUE AQUI PARA RESPONDER