Cientistas descobrem cor de pelagem relacionada à vida longa de cães

Cientistas descobrem cor de pelagem relacionada à vida longa de cães

Último Vídeo

Dizem que o cachorro é o melhor amigo do homem, e a gente sabe que esse pensamento está mais do que certo. Cães são mais do que animais de estimação: são partes das famílias de tantas e tantas pessoas pelo mundo, e a prova disso é o sofrimento absurdo que sentimos quando um cachorro morre.

Infelizmente, não há como fazer com que os cães vivam mais tempo e fiquem mais ao nosso lado, mas uma pesquisa realizada pela Universidade de Sydney revelou que uma coloração específica de pelagem está relacionada a uma vida mais curta em cachorros.

O estudo, conduzido pelo professor Paul McGreevy, avaliou a vida de alguns labradores e descobriu que os de pelagem cor de chocolate não vivem tanto tempo quanto os de pelagem preta e branca.

McGreevy acredita que a explicação para isso possa estar nos genes recessivos: “A relação entre a cor da pelagem e as doenças pode refletir uma consequência inadvertida da criação de algumas pigmentações”, explicou ele. “Porque a cor de chocolate é recessiva em cães, o gene para essa cor deve estar presente nos dois pais para que seus filhotes sejam chocolate”, completou.

O estudo

cao

McGreevy explicou também os criadores que focam na cor chocolate acabam gerando labradores que portam esse gene da coloração específica.

O estudo foi realizado com labradores do Reino Unido que estão sendo reproduzidos na Austrália, e os resultados revelaram que os cães que não são da coloração chocolate vivem, em média, 12,1 anos, mais de 10% do que os cachorros cor de chocolate.

Os testes avaliaram a genética de mais de 33 mil labradores e, além da expectativa de vida menor, os cães da cor chocolate são mais propensos a alguns tipos de problemas de saúde como infecções de ouvido e doenças de pele.

Independente da cor, os pesquisadores notaram que todos os cães dessa raça tendem a ter um sobrepeso, então é preciso monitorar a dieta desses animais para evitar que eles fiquem obesos, além, é claro, de manter uma rotina saudável de passeios e brincadeiras que promovam atividades físicas.

***

Você conhece a newsletter do Mega Curioso? Semanalmente, produzimos um conteúdo exclusivo para os amantes das maiores curiosidades e bizarrices deste mundão afora! Cadastre seu email e não perca mais essa forma de mantermos contato!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.