Astrônomo amador registra momento em que meteoro explode em Júpiter

Astrônomo amador registra momento em que meteoro explode em Júpiter

Último Vídeo

Se você é daquelas pessoas aficionadas pelo espaço sabe o quanto uma boa foto daquela lua cheia gigante dá alegria. Agora imagine que você é, digamos, um astrônomo amador, habituado a passar horas à procura de uma boa imagem e criador de um projeto dedicado ao espaço. Este é Ethan Chappel, um entusiasta do espaço que registrou o momento em que um meteoro colidiu com Júpiter.

Embora o choque de um meteoro com Júpiter não seja fato raro, não é comum que este momento seja captado por um astrônomo amador. Chappel registrou o momento enquanto fazia fotos para o seu projeto, chamado Chappel Astro. Ele aguarda confirmação científica da colisão.

Em seu Twitter, o astrônomo escreveu que “hoje me pareceu completamente irreal”. “Esperando que alguém também tenha registrado o impacto. Infelizmente, parece que algumas pessoas perderam por alguns minutos”, complementou.

Chappel dirige o projeto com George Chappel e, embora não seja um cientista, de fato, os dois já capturam imagens do espaço há algum tempo. A dupla começou a capturar imagens de Júpiter em 2013 e, desde então, expandiram o trabalho para outros planetas.

E por que meteoros se chocam com Júpiter?

O maior planeta costuma receber com frequência essas “visitas”. Isso ocorre porque sua força gravitacional é tão grande que acaba puxando os asteroides para sua órbita e recebem seu próprio nome: Júpiter Troiano.

Em 2013, um estudo estimou que Júpiter tem de 12 a 60 impactos por ano, com asteroides maiores atingindo o planeta a cada poucos anos. Alguns cientistas acreditam que ele age como uma espécie de aspirador de pó para os asteroides do Sistema Solar. Em contrapartida, outros cientistas acreditam que Júpiter poderia lança um asteroide em direção à Terra com facilidade.

A Nasa planeja investigar os asteroides influenciados por Júpiter, enviando uma espaçonave em 2021.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.