Rolling Stones agora têm uma pedra com seu nome em Marte

Rolling Stones agora têm uma pedra com seu nome em Marte

Último Vídeo

Nomes científicos oficiais de asteroides, cometas e planetas – qualquer coisa além da atmosfera terrestre – são dados apenas pela União Astronômica Internacional. As 60 mil pessoas presentes ao estádio Rose Bowl não ligaram para isso, ao votarem simbolicamente pela nomeação de uma pequeninha pedra em Marte de “Rolling Stones”. A homenagem foi uma ideia da equipe responsável pela sonda InSight da NASA.

Ao usar seus propulsores para pousar em solo marciano no dia 26 de novembro de 2018, a pequena espaçonave deslocou a pedra (do tamanho de uma bola de golfe) à distância de um metro, segundo os sulcos deixados na terra alaranjada que se vê nas imagens capturadas pela sonda.

A Rolling Stones Rock, fotografada na superfície de Marte (Foto: NASA/Divulgação)

“Que maneira maravilhosa de celebrar a turnê 'Stones No Filter'. Este é, definitivamente, um marco em nossa longa história cheia de acontecimentos. Um grande obrigado a todos da NASA por fazer isso acontecer", disse o vocalista da banda, Mick Jagger. A homenagem aconteceu na abertura do show em Pasadena, EUA, a cerca de cinco quilômetros da agência espacial americana, na última quinta-feira (22).

NASA e o rock, sempre amigos

Embora o nome Rolling Stones Rock seja informal, ele aparecerá nos mapas usados pela equipe da InSight. A agência espacial americana sempre manteve uma relação especial com o rock. A missão New Horizons, por exemplo, teve a participação de um doutor em astrofísica mais conhecido nos palcos empunhando uma guitarra: Brian May, do Queen. Ele partipou da análise e do tratamento de uma das fotos mais icônicas registradas de Plutão  a que mostra um coração no planeta-anão.

Rolling Stones agora têm uma pedra com seu nome em Marte via TecMundo

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.