Estudo identifica por que pessoas com ansiedade evitam relaxar

Estudo identifica por que pessoas com ansiedade evitam relaxar

Último Vídeo

Muito se fala sobre os inúmeros benefícios que a meditação e outras atividades que promovem o bem-estar podem trazer à vida das pessoas. No entanto, um estudo publicado no Journal of Affective Disorders indicou que quando essas atividades eram exercidas por pessoas ansiosas, um resultado surpreendente era obtido e merecia ser analisado cuidadosamente. 

Sobre o estudo

O estudo foi realizado por Michelle Newman, professora de psicologia, e Hanjoo Kim, estudante de psicologia, ambos da Penn State University, na Pensilvânia, nos Estados Unidos. Conduzido em 96 universitários, 32 desses alunos apresentavam ansiedade generalizada, 34 sofriam de depressão e 30 não eram caracterizados por nenhum distúrbio. 

Os estudantes foram submetidos a exercícios de relaxamento e, após sua conclusão, assistiam a vídeos que estimulavam o medo e a tristeza. Em seguida, recebiam questionários que buscavam identificar o estado emocional deles. Por fim, os alunos novamente passavam por um novo exercício de relaxamento e respondiam a um último questionário.

Resultados

As pessoas que sofriam de ansiedade eram sensíveis à mudança de humor proporcionada pelo experimento e notaram que sentiram ansiedade ao tentar relaxar. Os estudantes que sofriam de depressão também relataram o mesmo, mas o fenômeno foi sentido com menor intensidade.

(Fonte: Pixabay)


Desvendando a ansiedade

De acordo com Newman, pessoas mais ansiosas tendem a evitar relaxar e até mesmo ficam tensas de forma intencional, temendo serem surpreendidas e tiradas do estado de tranquilidade futuramente, explicando o resultado detectado no experimento. Em outras palavras: os indivíduos que sofrem com ansiedade estariam optando por usar suas emoções negativas como uma barreira para a oscilação do humor.

O estudo não tem como objetivo fazer os ansiosos acreditarem que é impossível obter benefícios da prática de relaxamento, mas sim promover a percepção de como o estado mental pode interferir na forma como se processam os exercícios. Kim acredita que pessoas nessa condição psicológica necessitam de uma dose maior de relaxamento para usufruir melhor da experiência.

É importante dar atenção às atividades de acordo com o recomendado num acompanhamento psicológico especializado, portanto. Pois são justamente as práticas que promovem o bem-estar que, com o passar do tempo, têm o poder de reduzir o peso que é atribuído aos pensamentos negativos ao longo do dia a dia.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.