Seja o primeiro a compartilhar

Ayahuasca altera ondas cerebrais e causa estado de sonho acordado

Um novo estudo publicado pela Scientific Reports relatou que a mistura psicodélica denominada ayahuasca é capaz de alterar as ondas cerebrais de um usuário acordado e produzir um estado mental descrito pelos pesquisadores como o de "sonhar acordado". Ayahuasca é um chá derivado da videira brasileira Banisteriopsis caapi, também conhecida como "videira espiritual". Os consumidores do chá, que é frequentemente utilizado em rituais shaman em tribos ao redor da bacia Amazônica, são acometidos por alucinações visuais e auditivas muito vívidas e têm a sensação de estar sonhando.

Preparação do ayahuasca (Fonte: Wikipédia)

A principal substância encontrada no ayahuasca é o composto químico dimetiltriptamina (DMT), o que explica os efeitos alucinógenos. A DMT é responsável por criar um estado de medo e exaltação ou de epifania e o chamado "despertar psicológico". Os efeitos são tão fortes que náuseas e vômito são efeitos comuns para quem o consome. 

A última pesquisa do Centro de Pesquisa Psicodélica (CPR) do Imperial College, em Londres, realizou um eletroencefalograma com 13 cobaias para medir suas atividades cerebrais após receber intravenosas com DMT. A equipe descobriu que o DMT causava uma queda nas ondas alfa, que caracterizam a lucidez, e resultava em um pequeno aumento das ondas teta, indicativas de um estado sonífero.

(Fonte: Wikipédia)

Enquanto que outros psicodélicos, como o LSD e a psilocibina, tendem a causar uma queda nas atividades cerebrais, o time de pesquisadores do Imperial College encontrou um padrão caótico entre aqueles que receberam doses de DMT, o que pode explicar o fato dos usuários de ayahuasca presenciarem alucinações visuais mais fortes e um maior senso de imersão em suas experiências psicodélicas. Loucura, não é mesmo?

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.