SpaceX busca ampliar a produção de naves estelares metálicas

SpaceX busca ampliar a produção de naves estelares metálicas

Último Vídeo

Diferente de muitas megacorporações que tiveram suas atividades paralisadas pelo surto da covid-19, a SpaceX continua a todo vapor em suas principais iniciativas e atividades. Foi dada a continuidade ao planejamento do lançamento dos satélites Starlink, assim como das missões de pouso lunar do Projeto Artemis e do recolhimento de amostras do solo marciano.

Assim, a empresa de Musk anunciou que — para manter seus principais processos e aumentar a produção de seus equipamentos — está contratando profissionais em diversas áreas técnicas com o objetivo de expandir e intensificar o processo produtivo da ambiciosa Starship Mars. Esta é uma nave à base de metal que comporta, em seus mais de 50 metros de altura, cerca de 100 tripulantes e está pretendida para ser enviada no foguete Super Heavy (potencializado por 37 raptors) a Marte, Lua ou a outros corpos celestes.

Segundo as palavras de Jessica Anderson, engenheira e líder da fabricação da SpaceX, concedidas na última semana durante uma conferência sobre os satélites Starlink, "a meta de design para a Starship é de 3 voos por dia em média [por navio], o que equivale a cerca de mil voos por ano e mais de 100 toneladas por voo. Isso significa que cada 10 naves renderia 1 megatonelada por ano para orbitar."

Dessa forma, mais de 600 oportunidades de trabalho na SpaceX foram listadas no site oficial da companhia, com vagas distribuídas entre Hawthorne, Califórnia (local sede da empresa) e no sul do Texas, onde a nave está sendo fabricada. "Esse é um esforço significativo, estamos procurando engenheiros e soldadores altamente qualificados para nos ajudar a tornar isso realidade", acrescentou Anderson. "Se você estiver interessado em se juntar à equipe, por favor, dê uma olhada em SpaceX.com/careers".

Planejados para ser utilizados frequentemente, o Super Heavy e a Starship estão sendo desenhados para ser reutilizados, independente das missões para as quais sejam designadas. Além disso, a tendência é que a Starship ganhe independência com o passar dos anos, até se separar completamente do Super Heavy e não depender mais dele para seus lançamentos.

Caso tudo corra como planejado, é esperado que a Starship comece a realizar pequenos voos até o ano de 2021, já que deverá ser prioridade na linha de produção da empresa, que busca acelerar seu desenvolvimento e o futuro período de testes.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.