Empresário cria projeto que ajuda grupos de risco da covid-19

Empresário cria projeto que ajuda grupos de risco da covid-19

Último Vídeo

O empresário e engenheiro Joel de Oliveira Júnior, com a startup paulista Luckie Tech, desenvolveu um dispositivo que pode ajudar consideravelmente na prevenção e na reação imediata contra alterações físicas em pacientes de grupos de risco para a covid-19. Em meio a um surto de coronavírus que se mostra irrefreável, especialmente em pessoas que apresentam problemas de saúde como agravante, o projeto surge como uma providencial alternativa no combate às fatalidades e à piora no quadro clínico.

Segundo o desenvolvedor, o dispositivo foi criado para ajudar a salvar crianças com câncer e utiliza uma inteligência artificial preventiva. Colado na pele do paciente como se fosse uma gaze ou band-aid, o produto consegue monitorar a frequência cardíaca e as variações de atividades corporais do usuário, enviando informações em tempo real para os pais por meio de um aplicativo e dando a oportunidade de uma intervenção imediata.

(Fonte: Joel de Oliveira Junior/Reprodução)(Fonte: Joel de Oliveira Júnior/Reprodução)

Após perder o filho de menos de 3 anos de idade para um câncer, Oliveira Júnior, que trabalha há anos em serviços voluntários para ajudar pacientes com a mesma doença, acredita que lançar tal dispositivo é uma iniciativa que trará "conforto para os pais", especialmente em uma época pandêmica, em que a transmissão viral ocorre rapidamente e em muitos casos de forma assintomática, mas que pode ser rapidamente identificada com a tecnologia da sua criação.

Previsto para começar a ser utilizado em larga escala em junho, atendendo a 100 pacientes do Grupo de Assistência à Criança com Câncer (GACC), considerados do  grupo de risco por conta das baixas no sistema imunológico e da possibilidade de contraírem as mais diversas doenças que podem ocasionar complicações, espera-se que o dispositivo possa trazer boas notícias. "Se serve para crianças com câncer, serve também para ajudar a salvar vidas em outras doenças, principalmente nessa pandemia da covid-19", disse o empresário em entrevista ao Broadcast Político.

"Nosso propósito é humanitário, é ajudar a salvar vidas, e quem mais necessita são sempre os mais vulneráveis", completou ele, revelando que pretende levar sua criação para as favelas e zonas de risco periféricas, podendo colaborar com o transporte para unidades de saúde e facilitar o consequente tratamento.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.