Pintar olhos na bunda do gado: a tática para afastar predadores

Pintar olhos na bunda do gado: a tática para afastar predadores

Último Vídeo

Os pesquisadores da Universidade de Nova Gales do Sul (UNSW), em Botsuana, descobriram uma maneira curiosa de proteger o gado contra os predadores da região: pintar olhos em suas traseiras. Segundo os cientistas, essa técnica ajuda a afugentar ameaças aos bovinos, como leões e hienas que perambulam pela savana africana.

A região do Delta do Okavango, onde o experimento foi feito, concentra 80% do lucro obtido através do agronegócio do país e é repleta de criaturas selvagens que constantemente ameaçam a fonte de renda dos produtores.

O experimento

(Fonte: Ben Yexley)(Fonte: Ben Yexley)

Durante quatro anos de estudo, os pesquisadores observaram 14 fazendas que haviam experienciado ataques de leão anteriormente. Os cientistas as dividiram em três grupos com diferentes tratamentos para o gado: os pintados com olhos, os pintados com uma cruz e os sem marcação.

Os resultados foram surpreendentes. Nesse período, nenhum boi pertencente ao primeiro grupo sofreu ataques, enquanto quatro espécimes morreram no segundo grupo e 15 no terceiro. 

Segundo a equipe da UNSW, diversos animais na natureza usam técnicas de mímicas oculares para afastar seus predadores — mas ainda sem exemplos registrados entre os mamíferos.

Como pintar olhos atrapalha os predadores?

(Fonte: Pixabay)(Fonte: Pixabay)

Você talvez esteja se perguntando como é que predadores tão ferozes como os leões podem desistir tão fácil de suas refeições. De acordo com o time da UNSW, esse tipo de animal depende do seu sistema de emboscada para obter sucesso em seus ataques. Por isso, ao imaginar que foram identificados, eles podem optar por não gastar esforços em uma investida fadada ao fracasso.

Por mais que as aparências enganem, os grandes felinos possuem extrema dificuldade em caçar alimento no campo aberto. Os guepardos, por exemplo, possuem taxa de sucesso em volta dos 50%, enquanto leopardos e leões ficam em 38% e 25%, respectivamente. 

A resposta dos mamíferos ao contato ocular pode ser um instinto desenvolvido ao longo dos séculos para evitar conflitos entre humanos e vidas selvagens, acreditam os pesquisadores.

Estratégia pode salvar vidas animais

O último censo produzido pelo setor de estatísticas de Botsuana dá conta de que vários bovinos foram mortos por ataques nos últimos anos. A população de gado no país caiu de 2,5 milhões, em 2011, para 1,7 milhão, em 2015.

Além disso, a fauna local também tem sido ameaçada pela retaliação de fazendeiros, que acabam matando os predadores para proteger sua propriedade.

O sucesso da estratégia de pintar olhos no gado, dessa forma, surge como uma esperança para que vidas animais sejam poupadas dentro do território africano.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.