Seja o primeiro a compartilhar

Estruturas de pedra na Arábia Saudita podem ser antigos monumentos

Um artigo publicado na revista científica The Holocene no último dia 17 de agosto esclareceu o mistério sobre as gigantescas estruturas de pedra descobertas em 2017 na Arábia Saudita e chamadas de “portões”. Agora rebatizadas de “mustatils” (retângulos), sugere-se que eram usadas em rituais.

Localizadas a princípio através da utilização de imagens de satélite de alta resolução, juntamente com dados do Google Earth, resultaram num conjunto de 104 mustatils apenas no deserto de Nefud, no norte da Arábia Saudita

As estruturas são grande retângulos alongados, com duas ou três paredes de pedra que, vistas do alto, formam figuras em forma de portão. Elas têm tamanhos variados, desde 15 até 616 metros de comprimento. Feitas de pedras e rochas, seu peso chega a milhares de toneladas e foram encontradas próximo a rios e canais.

As estruturas monumentais da Arábia Saudita

A nova pesquisa revelou que alguns itens analisados por radiocarbono datam de pelo menos 7 mil anos, o que significa que as estruturas são mais antigas do que as pirâmides do Egito. Para os pesquisadores "esta paisagem monumental representa uma das primeiras formas em grande escala de construção de estruturas de pedras monumentais pré-históricas". 

A pesquisa, no entanto, não conseguiu especificar a finalidade da criação dessas formações, que pode ser creditada às mudanças climáticas e ambientais ocorridas na região. Entre dez e seis mil anos atrás, a Península Arábica experimentou um aumento na quantidade de chuvas. 

Arábia Verde

Pedra base das construções (Fonte: The Holocen/Reprodução)Pedra base das construções (Fonte: The Holocen/Reprodução)

Nesse período de transição para o Neolítico, chamado de "Arábia Verde", as culturas locais foram profundamente transformadas. O excesso de chuvas formou extensas áreas de pastagens, e a vida nômade pode ter passado por mudanças.

Muitos habitantes de tornaram pastores, embora caçassem animais selvagens. Nesse aspecto, os mustatils podem, segundo a pesquisa, "representar uma manifestação da crescente territorialidade que se desenvolveu, induzida por fatores como a competição por pastagens nos ambientes desafiadores e imprevisíveis da Arábia".

Como diversas ossadas de animais foram desenterradas nestes locais, pode ser que os mustatils fossem algum tipo de altar de sacrifício. Uma pedra pintada dentro de um retângulo, como se fosse uma "planta baixa" das enormes construções, pode indicar que elas possuíam algum propósito simbólico ou ritualístico.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.