Seja o primeiro a compartilhar

Baudet du Poitou, o burro francês de dreadlocks

Poucos animais podem dizer que tem um penteado tão estiloso quanto o do Baudet du Poitou. A raça francesa de burros é marcada por ser consideravelmente maior que as demais e também por possuir um formidável casaco de pele que, se não penteado por longos períodos, pode se transformar em cacheados dreadlocks.

A origem desse animal vem da cidade de Poitou, uma antiga província da França. Antes da Revolução Industrial, os Baudet du Poitou possuíam alta demanda pela suas capacidades físicas, que eram aproveitadas para a criação de outras raças de mulas e burros.

Os formosos cachos dos Baudets

 

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

Uma publicação compartilhada por Moraig and Brian Minns (@workingwithenglish) em 11 de Jun, 2020 às 1:42 PDT

Na antiga Poitou, os criadores de burros tinham o costume de deixar seus Baudets sem qualquer tratamento estético que afetasse seus cabelos. Dessa forma, a crina se enrolaria em vários cadenettes, nome dado para os enormes cachos de pelo que poderiam chegar até o chão.

Depois do século 20, a mecanização dos processos industriais se tornou uma prática tão comum que a utilização de animais nos meios de produção virou algo obsoleto. Assim, diversos criadores começaram a abandonar ou até mesmo matar seus rebanhos.

O impacto foi tão grande sobre os Baudet du Poitou que, em 1977, apenas 44 espécimes continuavam a existir no mundo todo. Entretanto, depois de muito esforço combinado de ONGs e criadores de animais especializados, a raça vem ressurgindo nos últimos anos.

Salvando a raça de burros franceses

 

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

Uma publicação compartilhada por ?Virginia P? VP ? (@virginiaartanddesign) em 28 de Ago, 2020 às 1:38 PDT

Segundo a veterinária especializada em reprodução animal da Universidade de Illinois, nos Estados Unidos, Giorgia Podico, os Baudet du Poitou ainda podem ser considerados uma espécie ameaçada de extinção.

Isso porque a atual população de espécimes da raça no mundo todo é de cerca de 500 exemplares. Portanto, por mais que o número de burros franceses tenha crescido mais de 1000% em 40 anos, ainda é necessário uma extrema cautela para preservar suas vidas.

Atualmente, os Baudets são criados especialmente por pessoas que valorizam sua beleza e sua importância histórica na sociedade. Por mais que alguns criadores prefiram tosar seus cachos para manter o nível de higiene do animal, muitos ainda insistem em deixar crescer as tradicionais cadenettes.

O traço, inclusive, é um fator tão dominante na genética desses burros que mesmo um espécime com apenas 1/8 de Poitou pode exibir um belo penteado estiloso como o dos seus ancestrais.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.