Seja o primeiro a compartilhar

Australiana descobre que dor de cabeça vinha de ovo de tênia

Dor de cabeça pode ser um problema incômodo, não? Além do mal estar, a cefaleia pode indicar uma série de problemas de saúde, como estresse, infecções, acidentes vasculares, problemas visuais, entre outros.

Mas, acredite, sempre pode piorar: uma australiana que tinha dores de cabeça persistentes descobriu que o quadro era causado por larvas de tênia alojadas em seu cérebro. Também neste ano, um norte-americano teve a mesma descoberta infeliz.

Neurocisticercose

(Fonte: Pixabay/Reprodução)
(Fonte: Pixabay/Reprodução)

Maus hábito de higiene e consumo de vegetais ou carnes que não foram higienizadas e cozidas adequadamente, podem levar a neurocisticercose, uma infecção causada pela forma larval da tênia.

Dentro do organismo, os ovos da Taenia solium  tendem a eclodir no trato intestinal, mas caso eles circulem pelo sistema sanguíneo e acabem alojados em locais como cérebro, olhos, pele ou músculo, nosso corpo reage, criando uma “casca” ao seu redor.

Os médicos acreditavam que o ponto estranho na tomografia da paciente era um tumor, mas, durante o procedimento cirúrgico, descobriram que o pequeno nódulo era formado por um desses ovos que não eclodiu. 

Esses cistos calcificados podem causar dores de cabeça, como ocorreu com a azarada australiana, e até mesmo epilepsia.

Mistério

(Fonte: CDC/ Dr. Mae Melvin/Reprodução)
(Fonte: CDC/ Dr. Mae Melvin/Reprodução)

A grande dúvida sobre o caso se refere ao fato de a mulher jamais ter saído da Austrália, que não possui casos de tênia adquiridos localmente. Essa é uma doença comum em países cuja população não tem acesso a saneamento básico e onde porcos ou bovinos têm contato com fezes contaminadas.

Mas se há uma boa notícia nessa história é que a tênia foi retirada por cirurgia. No ano passado, um tailandês teve de retirar um animal que parasitava seu sistema intestinal por um meio, digamos, menos interessante.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.