Seja o primeiro a compartilhar

Enguia fura o estômago de garça que a engoliu e foge; veja

Sam Davis é um fotógrafo amador de Maryland nos Estados Unidos, que tem como hobby fotografar animais selvagens. Na última quinta-feira (5), ele divulgou uma foto que imediatamente viralizou: nela, uma grande enguia “cava” para fora do esôfago de uma garça em pleno voo.

Fonte: Jam Press/Reprodução
Fonte: Sam Davis/Jam Press/Reprodução

O engenheiro de 58 anos não acreditou na sorte ao clicar a cena no exato momento. Ele explicou ao site LADbible que tinha ido à reserva florestal na esperança de tirar algumas fotos de raposas ou qualquer outra coisa interessante que ocorresse. Mas acabou fazendo uma foto memorável que surpreendeu até os especialistas.  

Fonte: Jam Press/Reprodução
Fonte: Sam Davis/Jam Press/Reprodução

Ao LADbible, o sortudo fotógrafo explicou que a natureza lhe deu algumas pistas. Algumas águias mais jovens estavam, segundo ele, seguindo a companheira, talvez querendo se apropriar da refeição que estava fugindo. 

Rompendo o aparelho digestivo do predador

Fonte: Jam Press/Reprodução
Fonte: Sam Davis/Jam Press/Reprodução

Naquele momento, Sam pensou que a garça havia sido mordida por uma cobra e que havia alçado voo tentando escapar. Mais tarde, ao chegar em casa para editar as fotos, ele viu que a cena era ainda mais impressionante: a enguia provavelmente havia sido engolida viva e, chegando ao papo da ave, abriu seu caminho para a vida.

Fonte: Jam Press/Reprodução
Fonte: Sam Davis/Jam Press/Reprodução

Numa reportagem do jornal britânico The Guardian, o cientista Jeff Johnson explicou que as enguias-cobra tem a ponta da cauda rígida para cavar no fundo do mar. Dessa forma, quando engolidas, elas reagem e tentam fugir rompendo a parede do estômago do predador.

Fonte: Jam Press/Reprodução
Fonte: Sam Davis/Jam Press/Reprodução

Uma coisa que não ficou clara foi por quanto tempo a garça, que na hora da foto estava voando, conseguiu sobreviver. Mas a extensão do ferimento provocado pela enguia, e também a movimentação frenética dos outros animais, como algumas raposas, sugerem que ela não tenha resistido por muito tempo.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.