Tartarugas resgatadas de incêndio usam máscaras de oxigênio

Em fevereiro deste ano, um incêndio no abrigo Turtle World na cidade de Medina, nos EUA, causou a morte de várias tartarugas. A tragédia só não foi maior devido à presteza e agilidade da equipe do corpo de bombeiros local, que forneceu oxigênio aos quelônios através de minúsculas máscaras.

Ao perceber que o fogo vinha justamente do galpão onde as tartarugas estavam abrigadas, os vizinhos acionaram os bombeiros de Medina, que chegaram logo depois e apagaram o incêndio, conseguindo retirar cerca de dez tartarugas, inclusive duas bem grandes, do galpão já tomado pela fumaça. 

Fonte: Medina Fire Dept/Facebook/ReproduçãoFonte: Medina Fire Dept/Facebook/Reprodução

Tartarugas usam máscaras de oxigênio

Para sorte de alguns animais, a equipe de combate a incêndios tinha em seu kit de primeiros socorros, pequenas máscaras de oxigênio especialmente desenvolvidas para serem utilizadas em animais, e foram elas que ajudaram a salvar uma parte das tartarugas.

Infelizmente, metade dos animais morreu na ocorrência. Na sua página do Facebook, os bombeiros informaram que "o galpão havia sido isolado e aquecido para abrigar as tartarugas e acredita-se que um dos elementos de aquecimento possa ter causado o incêndio".

Fonte: Medina Fire Dept/Facebook/ReproduçãoFonte: Medina Fire Dept/Facebook/Reprodução

Apesar do infortúnio, a percepção dos socorristas foi de que, em nenhum momento, houve qualquer tipo de negligência no cuidado com as tartarugas, sendo "evidente que eram amadas e bem cuidadas"

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.