166
Compartilhamentos

Por que medir a temperatura pelo pulso é errado?

Durante a pandemia de covid-19, diversos estabelecimentos transformaram a medição de temperatura em uma medida essencial para que os clientes possam circular de forma "segura". Após apontar o termômetro infravermelho para o corpo da pessoa, o segurança do local observa se a temperatura está normal e libera ou não a passagem.

Porém, há algum tempo esse método tem sido alvo de polêmicas por alguns espaços estarem realizando a medição de temperatura pelo pulso e não pela testa. A razão disso está ligada a uma notícia falsa que circulou pelas redes sociais, a qual dizia que a medição pela testa poderia fazer mal ao corpo humano e interferir na glândula pineal — parte do cérebro responsável pela produção de hormônios. 

Combatendo mentiras

(Fonte: Henrique Arakaki/UOL)(Fonte: Henrique Arakaki/UOL)

Após notar a crescente de comerciantes realizando a medição de temperatura pelo pulso, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) decidiu emitir um comunicado para explicar que os termômetros infravermelhos não distribuem nenhum tipo de radiação. Portanto, a única função dessas ferramentas é detectar o calor emitido pelo corpo humano, que é convertida em temperatura.

O problema, entretanto, é que o uso incorreto desses equipamentos pode acabar informações errôneas sobre um possível estado febril de uma pessoa e consequentemente dificultar a detecção de indivíduos com covid-19. Por isso, até mesmo os fabricantes de termômetro apontam que o local correto de medição é na testa.

Conforme mostrado em um artigo da  Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), a temperatura na região do pulso é 3?°C inferior à da testa e não deve servir de indicativo para a febre. Além disso, quanto mais longe o cliente estiver da ferramenta, menor será a precisão da aferição.

Prevenção à covid-19

(Fonte: Unsplash)(Fonte: Unsplash)

Por conta da situação mundial durante a pandemia, os preços de termômetros infravermelhos aumentou consideravelmente. Se antes estes produtos poderiam ser encontrados no mercado por R$ 40, um aparelho desses hoje em dia está custando em média R$ 340. 

Como a febre é um dos principais sintomas para a doença, a maioria das pessoas tem enxergado essa ferramenta como algo muito útil na prevenção à covid-19. Vale ressaltar que a temperatura normal do corpo humano é 37?°C e pode ser considerada elevada quando ultrapassa a casa dos 38?°C.

Por outro lado, um indivíduo com temperatura de 35?°C diminuição do ritmo cardíaco e o abrandamento dos processos neurológicos. Em casos de termômetros utilizados no pulso, temperaturas tão baixas são sinônimos de algum erro na medição. Mas se a medição tiver sido feita pela testa, é sinal de que o indivíduo está sofrendo de hipotermia.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.