11
Compartilhamentos

6 dos tipos de sexo mais bizarros na natureza

O mundo animal é repleto de surpresas e comportamentos bem distantes da realidade humana, não à toa nos surpreendemos com quase tudo que as criaturas da natureza fazem. Entretanto, há um aspecto na vida em que diversas espécies são bem diferentes da nossa: o sexo

Na hora de se reproduzirem e copularem, alguns animais podem apresentar comportamentos bastantes únicos e verdadeiramente bizarros. Pensando nisso, nós separamos uma lista com seis dos tipos de sexo animal mais estranhos existentes no mundo. Olha só que impressionante!

1. Canibalismo

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

Para garantir os nutrientes para botas os ovos e garantir a segurança de suas crias, algumas espécies optam pela prática do canibalismo logo antes, após ou até mesmo durante a relação sexual. Alguns casos famosos de animais que devoram seus parceiros na procriação são as aranhas viúvas-negras e os insetos louva-a-deus. 

Apesar desse ser um comportamento mais comum entre fêmeas, é possível que alguns machos também comam fêmeas sem mais valor reprodutivo na natureza.

2. Suicídio

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

Falando em morte, outra forma de reprodução bem esquisita na natureza acontece nos casos de suicídio. O rato-marsupial-australiano, por exemplo, realiza uma maratona tão grande na época de acasalamento que morre de estresse na esperança de ter passado seus genes para a próxima geração. 

Como esses animais dependem de vários nutrientes para sobreviver, as fêmeas da espécie limitam sua época de reprodução para o fim da primavera, quando haverá mais alimentos. Então, os machos passam 14 horas seguidas em uma corrida frenética pelo acasalamento. Nesse meio tempo, seus pelo caem, seus hormônios do estresse sobem e seus sistemas imunológicos entram em colapso.

3. Pênis removível

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

As aranhas-vespas são conhecidas por deceparem seus próprios pênis durante a prática sexual para que outros machos não tenham acesso ao sistema reprodutor feminino, criando uma forma desesperada de garantir a paternidade.

Entretanto, o caso mais curioso ocorrem com os pênis dos polvos da espécie Argonauta argo, que se desenvolvem debaixo do globo ocular do animal e explodem durante o sexo — matando o macho.

4. Dois em um

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

Os Lophiiformes são uma espécie de peixes conhecida pela sua bioluminescência e anatomia quase alienígena. Porém, o mais interessante dessas criaturas acaba sendo de longe a sua prática sexual. Em comparação, os machos dessa espécie são consideravelmente menores do que as fêmeas — tanto que foram considerados parasitas por muito tempo.

Na época de acasalamento, o macho irá seguir os rastros de feromônios da fêmea e posteriormente irá mordê-la. Então, ele lentamente compartilhará seus vasos sanguíneos e deixará seus órgãos independentes atrofiarem, transformando-se em parte do corpo dela. Essencialmente, ele se torna um pequeno bolso lateral de esperma e as duas criaturas viram uma só.

5. Namorado psicopata

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

Pode-se dizer com tranquilidade que os percevejos não são os melhores amantes existentes na natureza. Durante a prática sexual, um macho irá empalar uma fêmea com seu apêndice de amor mortal e, em seguida, ejaculará em suas feridas — processo batizado de "inseminação traumática".

Algo parecido acontece com as Aranhas-d'água, que propositalmente atraem predadores para perto da fêmea ao baterem repetidamente na superfície da água. O comportamento imprudente do macho faz com que a fêmea pare de resistir e realize a cópula. Completamente bizarro!

6. Jardim de sêmen

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

Os ácaros-de-veludo-vermelho costumam demonstrar seu desejo sexual através de um fenômeno batizado pelos biólogos como "jardim do amor". Esse é o nome dado para o ninho criado e decorado pelo macho com seu sêmen e que tem como motivo impressionar sua parceira sexual.

Se um ácaro feminino ficar impressionado com isso, ela concordará em voltar para casa com ele e engravidar na mobília coberta de esperma. Porém, também existe a possibilidade de algum rival surgir repentinamente, destruir o jardim e ejacular sobre tudo. Competição saudável, não?


Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.