Quais frutas e vegetais o seu cachorro não pode comer?

Quando o assunto é animal de estimação, costumamos ter um grande receio sobre qual tipo de comida podemos ou não podemos alimentá-los. Especialmente em relação às frutas e vegetais, a lista é um tanto quanto complexa e precisamos ter em mente com o que tomar mais cuidado.

Por isso, nós separamos uma lista com alguns desses alimentos que não devem parar na boca do seu cachorro em hipótese nenhuma e qual o motivo por trás disso. Olha só!

Abacate

(Fonte: Pixabay)(Fonte: Pixabay)

Absolutamente tudo no abacate possui persina, uma toxina que pode causar vômito e diarreia em animais de estimação. Além disso, esse fruto tem uma grande concentração de gordura, o que também pode acabar causando gastrointestinais se consumido em grande quantidade.

Por isso, é importante deixar o seu cachorro bem longe de qualquer abacate.

Uvas

(Fonte: Pixabay)(Fonte: Pixabay)

Em alguns cães, o consumo de uvas e passas pode gerar problemas no fígado — independente da quantidade consumida. Sendo assim, até mesmo uma singela unidade pode causar sérios complicações na saúde do animal. Mesmo que essas condições sejam um tanto quanto raras, é importante ficar de olho em qualquer sinal caso o seu cão tenha entrado em contato com esse alimento.

Tomate

(Fonte: Pixabay)(Fonte: Pixabay)

A solanina é uma substância presente no tomate que pode causar irritação gastrointestinal e até mesmo arritmia cardíaca nos cães caso tenha sido consumida em grandes quantias. Porém, ela só aparece em maior concentração nos tomates que ainda estão verdes.

Sendo assim, os tomates que já estiverem completamente maduros não oferecerão tantos riscos para o seu animal de estimação.

Cebola

(Fonte: Pixabay)(Fonte: Pixabay)

A cebola, assim como o alho, cebolinha e alho-poró, pertence a uma família de alimentos que deve permanecer longe da boca do seu pet. Isso ocorre porque todos os vegetais citados anteriormente possuem uma concentração de dissulfeto de N-propil, uma toxina que pode danificar os glóbulos vermelhos dos cachorros.

Portanto, caso uma determinada quantia seja consumida, o animal poderá apresentar problemas para distribuir o oxigênio corretamente pelo corpo.

Cogumelos

(Fonte: Pixabay)(Fonte: Pixabay)

Apesar de não ser uma grande surpresa para ninguém, cogumelos são alimentos delicados e muitas vezes venenosos. Portanto, se um dia você decidir passear com seu cachorro por uma floresta ou bosque, fique atento para que ele não saia mastigando qualquer coisa que estivar brotando do chão.

Cogumelos comprados no mercado não devem ser um problema, mas é importante ter em mente o fator surpresa na natureza. 

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.