Kinesio tape: o que é e como ela é usada nos esportes?

Alguma vez durante as Olimpíadas de Tóquio 2020 você deve ter notado um dos atletas participantes de algum evento utilizando uma espécie de bandagem para dor muscular em alguma parte do corpo. Essa bandagem elástica adesiva também pode ser chamada de kinesio tape, ou fita kinésio, e vem se tornando extremamente popular entre atletas de alto nível. 

Mas para que ela realmente serve e como esse produto funciona? Em tese, essas bandagem são usadas para potencializar o desempenho de um atleta e diminuir os riscos de lesões esportivas, visto que favorece a drenagem de líquidos que podem estar contidos em diversas partes do corpo e favorece os sintomas de lesão muscular. 

Uso da kinesio tape

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

Por ser feita de material elástico, a kinesio tape possui certa vantagem sobre outros curativos. Sua forma de confecção é ótima para permitir que o fluxo sanguíneo não se altere e que nenhum movimento seja restringido nesse processo. Inclusive, essa bandagem melhora a circulação sanguínea e promove um melhor desempenho muscular. 

Inventada pelo quiropraxista Kenzo Kase em 1970, essas fitas são utilizadas até mesmo no tratamento de lesões traumáticas nos nervos e músculos por algumas clínicas no Japão. No mundo dos esportes, os atletas constantemente aparecem com as bandagens coloridas para estabilizar e preservar as articulações e músculos durante as competições.

Apesar de ser comumente usada por atletas de alto rendimento, as fitas kinésio também podem ser aplicadas por fisioterapeutas ou pessoas comuns dentro de casa. Qualquer pessoa que deseja se livrar de dores musculares ou incômodos na musculatura, pescoço ou costas pode fazer uso deste produto — desde que posicione a bandagem de forma correta.

Eficácia das bandagens

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

Muitas pessoas acreditam que a kinesio tape libera algum tipo de medicamento para o alívio muscular, mas não é bem assim que esse produto funciona. O efeito concedido pela bandagem ocorre por conta da pressão aplicada em determinada região do corpo, o que criará um pequeno espaço entre o músculo e a derme.

É esse espaço que permitirá com que os líquidos fluam corretamente pelo corpo e as dores diminuam drasticamente. Por conta disso, hoje em dia esse tipo de bandagem é o tipo de curativo mais recomendado para o tratamento de entorses e outras lesões comuns para quem está habituado à prática esportiva. 

Dependendo do modelo e da marca da bandagem, é possível permanecer com ela por até 7 dias na pele sem precisar ser trocada. Um dado curioso é que o material de confecção permite com que você tome banho ou pratique atividades aquáticas sem qualquer tipo de risco para o curativo. 

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.