O que explica as luzes no céu durante os terremotos?

Normalmente, associamos raios e luzes no céu com nuvens de tempestade. Mas nem sempre isso procede. Na noite da última terça-feira (7), os moradores da região de Acapulco e da Cidade do México foram surpreendidos por um terremoto de magnitude 7,0 na Escala Richter. 

De acordo com a imprensa local, o evento causou destruição e até uma morte foi registrada. Porém, além das notícias do tremor e dos danos que causados, canais de televisão e usuários de redes sociais começaram a compartilhar vídeos de luzes muito semelhantes a relâmpagos no céu noturno enquanto a terra tremia.

Usuários do Twitter até atribuíram a hashtag #apocalipsis ("apocalipse" em espanhol) para as filmagens compartilhadas com os flashes do fenômeno.

A explicação para as luzes do terremoto

Uma dos estudos mais interessantes sobre as luzes que aparecem no céu e a relação delas com terremotos foi conduzido por Troy Shinbrot, da Rutgers University em New Jersey e seus colegas.

Segundo a pesquisa, esses raios sem tempestade podem acontecer antes ou durante os tremores, sendo que parecem ter origem nas fendas onde os pedaços de placa tectônica estão se separando.

Os raios normais surgem a partir do acúmulo de carga elétrica nas nuvens. E isso até tem alguma semelhança com o fenômeno relacionado aos terremotos. Por meio de experimentos em laboratório, Troy observou que o acúmulo de carga elétrica na região ao redor das falhas geológicas poderia dar origem às luzes, a exemplo das observadas no México.

O físico e sua equipe consideraram nas análises três tipos de partículas: de plástico, vidro e pós orgânicos, a exemplo da farinha. Com isso, acabaram descobrindo que, quando esses sistemas são perturbados, eles desenvolvem uma carga elétrica. Em uma escala maior, a mesma coisa pode acontecer em uma fenda geológica, quando materiais da crosta começam a mudar de lugar.

Como as luzes são causadas por cargas elétricas ativadas em determinados tipos de rocha durante um terremoto, os cientistas dizem ser mais comum observar o evento antes e durante os tremores, mas não tanto após. Para Troy, descobrir as raízes desses fenômenos pode ajudar os cientistas a precisar melhor os terremotos.

Fenômenos elétricos sem explicação

A ciência sempre esteve em busca de explicações para vários outros mistérios relacionadas à eletricidade na natureza. Apesar de a explicação para as luzes do terremoto ser satisfatória, ela não pode ser aplicada em todos os casos. É preciso considerar que há muitos outros fenômenos e anomalias documentados, mas a causa ainda permanece um mistério.

Um exemplo que ainda continua como mistério são os relâmpagos que ocorrem em tempestades de areia, mesmo que ela seja um excelente isolante térmico.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.