24
Compartilhamentos

Os 7 insetos mais surpreendentemente irados do reino animal

Com mais de 10 milhões de insetos distribuídos no planeta, esse grupo é um dos mais versáteis da natureza e hoje ocupa, com perfeição, todos os principais ecossistemas, adaptando-se às mais diversas formas para dominar o ar, a terra e a água. Apesar de serem pequenos, alguns realmente minúsculos, sendo totalmente discretos e imprevisíveis, os insetos se destacam por causa de uma grande riqueza de detalhes e particularidades que "dão medo" em muito bicho grande.

Confira abaixo alguns dos insetos mais legais já conhecidos e veja como eles podem ser incrivelmente assustadores quando ameaçados.

1. Mariposa-rainha-de-Madagascar

(Fonte: Biodiversity4All / Reprodução)(Fonte: Biodiversity4All / Reprodução)

Um dos espécimes mais procurados por colecionadores é a mariposa-rainha-de-Madagascar, um dos lepidópteros que emana intensos brilhos coloridos por meio da interferência óptica. Suas escamas em forma de fita posicionadas na asa interferem nos feixes de luz e criam um verdadeiro espetáculo visual, uma das principais características de um inseto com seis caudas e com sensores de paladar nas patas.

2. Formiga-bulldog

(Fonte: Guia Animal / Reprodução)(Fonte: Guia Animal / Reprodução)

A formiga-bulldog, também conhecida como formiga-gigante-australiana, integrou o livro de recordes como a formiga mais mortal do mundo, sendo responsável por 3 mortes de humanos na Austrália após 15 minutos da primeira picada. Rápida e corajosa para enfrentar adversários de todos os tamanhos, é colocada como um espécime próximo da vespa, em especial devido à sua agressividade e à vida em colônias relativamente pequenas.

3. Besouro-Hércules

(Fonte: Wikipedia / Reprodução)(Fonte: Wikipedia / Reprodução)

Considerado um dos animais mais fortes do planeta, capaz de levantar 850 vezes seu próprio peso, o besouro-Hércules é um inseto distinto que tem, nos indivíduos machos, um grande par de chifres no formato de alicates. Tradicionalmente, essa espécie pratica confrontos um contra outro para conquistar fêmeas, nos quais o vencedor é aquele que consegue derrubar de costas seu adversário e o impossibilita de ficar em pé novamente.

4. Soldadinho-brasileiro

(Fonte: Pinterest / Reprodução)(Fonte: Pinterest / Reprodução)

Um dos cinco animais parecidos com a Lady Gaga, de acordo com matéria da National Geographic, o soldadinho-brasileiro é um estranho inseto que habita as florestas da América do Sul. Seu destaque fica por conta de uma coroa de bolas na cabeça que aparentemente serve para desencorajar predadores, semelhante à imagem de um fungo e sugerindo riscos para rivais. A espécie é um dos insetos mais preguiçosos do reino animal e consegue ficar sentada se alimentando por 24 horas ininterruptas.

3. Larva de bicho-lixeiro

(Fonte: AL / Reprodução)(Fonte: AL / Reprodução)

Estágio larval do bicho-lixeiro, os Crisopídeos são uma família de insetos que habitam a América do Norte e a Europa. O inseto, além de ser bastante feio, chama a atenção por apresentar um mecanismo de defesa bastante diferente, em que acumula presas mortas, fragmentos de líquens, folhas e pedaços de animais em suas costas para enganar pássaros e outros predadores. Isso é possível graças às características de predador voraz, já que o animal apunhala insetos menores, suga suas entranhas e deixa apenas carcaça para empilhar nas costas.

2. Formiga-drácula

(Fonte: The New York Times / Reprodução)(Fonte: The New York Times / Reprodução)

Além de ser o segundo animal de terra firme mais rápido do mundo, a formiga-drácula tem a picada mais veloz já registrada no reino animal, com seu ataque atordoante assassinando vítimas em um "estalar de dedos". Uma curiosidade assustadora sobre a espécie é que as rainhas sugam o sangue de seus próprios filhotes para exigir o direito de alimento compartilhado, já que é a única forma plausível de existirem trocas de comidas entre as castas.

1. Parasita-de-asa-torcida

(Fonte: Wired / Reprodução)(Fonte: Wired / Reprodução)

Parasita tradicional de gafanhotos, cigarras, abelhas e vespas, o parasita de asa-torcida, ainda em estágio de larva, invade o corpo de hospedeiros e evolui ainda no interior do organismo afetado. Ao crescer para o segundo estágio, se o parasita for macho, ele deixa o corpo invadido para encontrar uma companheira; mas, se for fêmea, ele permanece no interior e estimula os genitais do hospedeiro para engravidar e gerar ovos que, após a eclosão, consomem tudo o que aparece em sua frente, inclusive o inseto receptáculo e a própria mãe.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.