Seja o primeiro a compartilhar

Gravação inédita mostra orcas perseguindo e matando baleias-azuis

Embora os relatos de orcas atacando baleias-azuis sejam abundantes, não havia nenhum registro disso até hoje. Repito, não havia, porque agora há. Cientistas do Centro de Pesquisa de Cetáceos (Austrália) testemunharam o episódio em março de 2019, no sul da Austrália, em Bremer Bay.

Eles estão acompanhando a ação das orcas no ecossistema marinho australiano para compreender qual é o impacto disso. A descoberta foi publicada na última edição da revista científica Marine Mammal Science e pode ajudar, inclusive, a garantir proteção às baleias-azuis, animais ameaçados de extinção.

Cientistas gravaram orcas caçando baleias-azuis em bando

Desde 2019, assassinatos de baleias-azuis foram registrados em Bremer Bay (Austrália). Em um dos casos, de 12 a 14 orcas atacaram uma baleia-azul adulta, causando graves ferimentos. As orcas atacaram a presa por cerca de 20 minutos, tendo ela utilizado sua cauda como mecanismo de defesa. Ao fim, outras orcas se juntaram para se alimentar da carcaça da baleia, totalizando mais de 50 no bando.

Outro ataque ocorreu dias depois, resultando na morte de um filhote de baleia-azul, que resistiu bravamente por 15 minutos de ataque. Pesquisadores afirmam que as fêmeas adultas são mais propensas a iniciar ataques por terem filhotes para alimentar.

Há também, no relatório da pesquisa, o detalhamento de outros assassinatos de filhotes de baleia-azul na mesma região, um em 2019 e outro em 2021. É o primeiro registro do tipo já feito.

Orcas: as baleias que na verdade são golfinhos

(Fonte: National Geographic Brasil)(Fonte: National Geographic Brasil)

As orcas, nome popular da Orcinus orca, é o maior membro da família dos golfinhos. Grandes predadores, as orcas fazem dieta constituída normalmente de peixes, lulas e outras baleias dentadas.

O apelido de "baleias assassinas" foi recebido há anos, quando antigos marinheiros notaram que grupos de orcas estavam atacando espécies de baleias maiores, segundo a Whale and Dolphin Conservation, uma organização sem fins lucrativos dedicada à conservação e bem-estar de baleias, golfinhos e botos.

As orcas têm uma rede complexa de habilidades sociais, o que as torna formidáveis. A caça é feita em grupos, dando a elas maior capacidade para derrubar presas por vezes maiores.

Baleias-azuis correm risco de extinção

(Fonte: Biologia Net)(Fonte: Biologia Net)

Baleias-azuis são os maiores animais da Terra. Elas podem pesar até 33 toneladas, o equivalente ao peso de 33 elefantes, de acordo com o World Wildlife Fund. Apesar de sua imponência, parece que não estão no topo da cadeia alimentar marítima.

Isso causa preocupação, já que a espécie está ameaçada de extinção em virtude da crise climática, da perda de seu hábitat natural e do enredamento em artes de pesca.

Estudos apontam que a ação predatória das orcas tenha impedido a recuperação da população de baleias no noroeste do Pacífico. O pesquisador John Totterdell, do Centro de Pesquisa de Cetáceos, afirma que o estudo associado a uma pesquisa recente mostra a necessidade de determinar o impacto das orcas no ecossistema marinho.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.