Qual é a relevância da série Star Trek para a humanidade?
169
Compartilhamentos

Qual é a relevância da série Star Trek para a humanidade?

Último Vídeo

O novo longa-metragem da franquia Star Trek acaba de estrear nos Estados Unidos e não podíamos deixar de falar alguma coisa sobre essa fantástica saga saída da cabeça de Gene Roddenberry. A série original durou menos de dez anos na década de 1960, mas suas ramificações se estendem até os dias de hoje, com destaque especial para a sequência Star Trek: A Nova Geração (“The Next Generation”) que trouxe o segundo capitão mais famoso depois de James T. Kirk, Jean-Luc Picard.

Como o próprio tema de abertura dos episódios dizia, a série pretendia levar os homens ao espaço: “à fronteira final”, exibindo as viagens da nave estrelar Enterprise em sua missão de explorar novos mundos, procurando novas formas de vida e novas civilizações. Indo audaciosamente onde nenhum homem jamais esteve. Mas, depois de muito tempo e especulação, qual foi a contribuição de Star Trek para a humanidade?

A Doutora Margaret A. Weitekamp, curadora da divisão de História Espacial do National Air and Space Museum Smithsonian e Ph.D. em história, afirma que a série ajudou a definir e a inspirar as criações modernas. Desde o avanço da astronomia e da tecnologia utilizada pela NASA, deixando definitivamente sua marca na história da humanidade.

Mais do que tecnologicamente

Para começo de conversa, de acordo com a Dra. Weitekamp, quando a NASA começou sua ação para recrutar candidatos a se tornarem astronautas, foi a figura da Liutenant Uhura que eles escolheram para estrelar a campanha. A atriz Nichelle Nichols, que interpreta a oficial de comunicações da Enterprise, simbolizava que todas as pessoas poderiam ser integrantes do programa espacial.

Fonte da imagem: Divulgação/StarTrekInfelizmente ainda estamos bem mais distantes do que gostaríamos do nível tecnológico apresentado no universo de Star Trek. Os teletransportadores e a velocidade warp ainda não fazem parte de nossa realidade, como algumas pessoas acreditavam antes do início do século XXI. Mesmo assim, no que diz respeito à comunicação global, hoje estamos mais avançados do que Roddenberry previu em sua série.

Weitekamp também diz que, como uma estudiosa da franquia, ela fica muito intrigada ao saber que a série promoveu muitas discussões nos campos de inclusão social e política na época em que foi lançada. Assim, é muito interessante notar que o que poderia se tratar de uma “simples” série de televisão conseguiu proporcionar tanta discussão no mundo inteiro.

Para terminar, como diria o Sr. Spock: “Vida longa e próspera!”.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.