Mito ou verdade: jamais devemos despertar um sonâmbulo
06
Compartilhamentos

Mito ou verdade: jamais devemos despertar um sonâmbulo

Último Vídeo

Se você conhece algum sonâmbulo, desses que saem perambulando por aí enquanto estão dormindo, já deve ter ouvido que nunca devemos despertar essas pessoas, pois o susto poderia fazer com que elas entrem em choque e até tenham um ataque do coração. Mas será que essa história é verdade ou tudo não passa de mais uma lenda urbana?

De acordo com o pessoal do mental_floss, não existe nenhuma evidência que comprove que acordar um sonâmbulo possa fazer algum mal. Mas, apesar de podermos despertar essas pessoas sem problemas, o melhor mesmo é não fazê-lo. Isso porque, durante os “passeios”, os sonâmbulos normalmente se encontram em uma fase do sono conhecida como NREM — ou movimento dos olhos não rápido — estágio 3.

Passeios noturnos

Essa é uma fase bastante profunda do sono, sendo muito difícil que alguém acorde diretamente dessa etapa voluntariamente. E embora seja possível despertar alguém durante esse período, a ação pode provocar o que os especialistas chamam de inércia do sono, deixando a pessoa grogue, confusa e agitada durante cerca de 30 minutos.

Devido à confusão, o sonâmbulo pode não reconhecer a pessoa que o está despertando imediatamente, reagindo de maneira inesperada e até mesmo agressiva. Por outro lado, também é perigoso deixar que um sonâmbulo fique perambulando por aí, já que eles podem acabar se machucando ou machucando alguém — já imaginou se eles decidem cozinhar, sair dirigindo ou “voar” durante o sono?

Portanto, melhor do que acordar um sonâmbulo — embora não exista mal algum nisso —, o ideal é conduzi-lo gentilmente de volta para a cama.

*Publicado originalmente em 05/03/2013.

***

Você conhece a newsletter do Mega Curioso? Semanalmente, produzimos um conteúdo exclusivo para os amantes das maiores curiosidades e bizarrices deste mundão afora! Cadastre seu email e não perca mais essa forma de mantermos contato!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.