(Fonte da imagem: Reprodução/ars technica)

O teletransporte quântico é um método de envio de informações que funciona independentemente da existência de meios de transmissão, como fios ou cabos de fibra óptica, por exemplo. Assim, para enviar um sinal, é necessário um transmissor e um receptor para que a mensagem possa chegar ao seu destino.

Entretanto, enviar mensagens através dessa tecnologia pode ser um tanto quanto complicado, já que o equipamento deve estar perfeitamente alinhado para que o sinal seja recebido corretamente. E, de acordo com o site ars technica, um grupo de cientistas chineses conseguiu realizar grandes progressos com este tipo de transmissão, batendo o novo recorde de distância de envio.

Distância recorde

Segundo a publicação, os pesquisadores conseguiram enviar um sinal a uma distância de 97 quilômetros sobre o lago Qinghai, e a céu aberto. Por algum motivo, o envio só funcionou durante a noite, mas os resultados alcançaram distâncias maiores do que as obtidas em experimentos anteriores e podem permitir a transmissão entre a Terra e os satélites que se encontram em órbita, ainda que seja apenas durante a noite.

Além desse experimento em linha reta e com um único transmissor e receptor envolvidos, os cientistas também obtiveram bons resultados em testes utilizando dois receptores, separados um do outro por 101,8 quilômetros, captando mensagens enviadas por um transmissor localizado em uma ilha a aproximadamente meio caminho dos dois.

Os experimentos realizados pelos chineses provam que a comunicação quântica através do espaço é possível, e que ela pode ser realizada a distâncias maiores do que se pensava viável. Entretanto, os testes também demonstram algumas limitações dessa tecnologia, como o fato de apenas funcionar à noite e sobre superfícies livres de obstáculos (lago). Portanto, os cientistas ainda têm bastante trabalho a fazer.

Fontes: ars technica e Nature