Afinal, o tamanho do pênis é ou não é documento? [vídeo]
271
Compartilhamentos

Afinal, o tamanho do pênis é ou não é documento? [vídeo]

Último Vídeo

Essa questão sobre o tamanho do pênis — se maior é melhor mesmo ou não — é uma discussão que parece não ter fim. Tanto que, inclusive, existem estudos sobre esse tema tão delicado. E pensando em esclarecer esse assunto de uma vez por todas, o pessoal do canal Asap SCIENCE do YouTube resolveu produzir mais uma de suas divertidas animações.

Você pode conferir o filminho — em inglês — abaixo e ativar as legendas no menu do vídeo. Mas, como a tradução automática não está lá aquelas coisas, aproveitamos para incluir o conteúdo da animação a seguir.

Segundo a animação, a informação que circula por aí é que o mais importante, na verdade, é se os homens sabem usar seus “equipamentos” corretamente. No entanto, será que o tamanho do membro realmente não exerce nenhuma influência na hora da conquista ou na habilidade de proporcionar mais prazer durante o sexo?

A evolução tem algo a ver com isso?

Os humanos têm o maior pênis entre os primatas, tanto em tamanho absoluto como em relação às proporções corporais — assim, caro leitor, independente da sua medida, sinta-se feliz com esse dado! Sob o ponto de vista evolutivo, isso provavelmente se deve ao fato de as mulheres terem desenvolvido uma determinada preferência com respeito ao tamanho e formato dos... você sabe, tal como as fêmeas dos pavões, que favorecem os machos com as penas mais belas.

Assim, ao longo do tempo, ocorreu o que os especialistas em evolução chamam de seleção sexual, já que graças à preferência delas por “machos” com membros maiores, genes específicos acabaram sendo passados para as gerações seguintes, estabelecendo as dimensões dos pipis humanos. Além disso, também é possível que o tamanho tenha se consolidado por se tratar de uma vantagem evolutiva para os homens.

Segundo a animação, pênis maiores são mais eficientes em triunfar sobre o esperma de machos rivais durante o “acasalamento”. Isso porque quanto mais profunda é a penetração, maior é a disseminação do sêmen e melhor é o alcance do esperma dos pretendentes, aumentando a probabilidade de que os genes dos melhor dotados sejam passados adiante.

Alegria, alegria...

Com respeito ao prazer proporcionado, de acordo com o pessoal do Asap SCIENCE, um estudo apontou que algumas mulheres têm orgasmos vaginais com mais frequência durante relações sexuais com parceiros dotados de pênis maiores, o que sugere que órgãos mais avantajados seriam capazes de estimular toda a extensão da vagina, da vulva até o colo do útero.

Contudo, é importante destacar que as mulheres podem ter diferentes tipos de orgasmo, e esses eventos podem ser fenômenos completamente independentes, ocorrendo a partir do estímulo de diferentes nervos e até diferentes regiões do cérebro. Aliás, o próprio — e famoso — ponto G, mais uma área sexualmente sensível nas mulheres, está localizado no primeiro terço no interior da vagina.

Maior, menor e em repouso

Apesar dessa suposta relação entre prazer e tamanho, vários levantamentos mostraram que, ao contrário do que se pensa, as mulheres não dão tanta importância assim para o tamanho, sem falar que as preferências também variam. Estudos com homens homossexuais, por exemplo, revelaram que eles consideram pênis maiores como sendo ideais. Curiosamente, outro estudo apontou que mesmo quando o membro está flácido, o tamanho pode ser um fator de atração.

O Asap SCIENCE explicou que essa conclusão pode parecer um tanto quanto estranha, já que atualmente os seres humanos se cobrem com roupas — e os pipis ficam escondidos. No entanto, não se esqueça de que os nossos ancestrais perambulavam por aí nus e seus genitais ficavam à mostra, portanto, essa pode ser a explicação para essa descoberta curiosa.

Voltando ao estudo, durante a pesquisa os cientistas pediram que um grupo de mulheres avaliasse imagens geradas por computador de homens com diferentes tipos corporais e tamanhos de pênis. Os pesquisadores concluíram que não só a mulherada dá preferência para rapazes mais altos e em melhor forma física, como o tamanho dos membros flácidos também exerce influência em suas percepções de atratividade.

Tamanho = qualidade?

Embora o estudo tenha apontado que quanto maiores são os pênis, melhores são suas “avaliações”, existe um limite máximo para o tamanho do membro. Os resultados apontaram que a partir de 7,6 centímetros — para membros flácidos —, a atração começa a decair. Isso sugere que, apesar de os pênis com maiores dimensões serem mais desejáveis, eles também devem ter tamanhos proporcionais com o resto do corpo.

Afinal, características muito exageradas, mesmo aquelas relacionadas com a atração física, podem muitas vezes ser um sinal de problema. Mas, no fim das contas, apesar de tanta discussão e pesquisas sobre a questão do tamanho ser ou não documento, a maioria dos estudos conduzidos sobre esse tema demonstrou que qualidades como autoestima, personalidade agradável e química são os melhores prognósticos de satisfação sexual.

Portanto, a verdade é que o “dono” do pênis também faz muita diferença! Sendo assim, apesar de o tamanho do membro ser importante, o fato de ele ter um tamanho avantajado nem sempre é sinônimo de qualidade.

***

Nós aqui do Mega Curioso gostaríamos de reforçar que as informações contidas nesta matéria foram extraídas da animação que você viu acima.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.