Drops Históricos #34: Sua dose semanal de História aqui no Mega
Seja o primeiro a compartilhar

Drops Históricos #34: Sua dose semanal de História aqui no Mega

Último Vídeo

Todas as semanas, embarcamos juntos em uma superviagem através dos tempos. Não literalmente, claro, mas conhecer também é trafegar por lugares, espaços, momentos e vidas, sem necessariamente estar lá fisicamente, não é?

Veja só: o primeiro fato que a gente conta nesta edição do Drops Históricos, a de número 34, é a eleição de um dos Papas da Igreja Católica, lá em 461. Que chances temos hoje de entender como era o mundo nessa época e presenciar esse fato? Nenhuma, exceto por meio dos relatos históricos. Por isso, essa disciplina é tão importante!

Nesta semana, temos também outros causos mais recentes, alguns ofuscados por acontecimentos irmãos — como o naufrágio do navio Britannica, que ficou opaco na História depois que o Titanic atraiu todos os holofotes.

Venha com a gente para conhecer essas histórias e saber o que estava acontecendo no mundo nessas datas!

19 de novembro

461: Eleito o Papa Hilário

Pouco se sabe sobre o que aconteceu entre os séculos 5 e 15. Foram quase mil anos em que se viveu na escuridão quando o assunto era conhecimento. E isso se deve em parte à Igreja, cuja perseguição e não aceitação a verdades que questionassem os dogmas religiosos fizeram com que muitos fatos fossem apagados da História. Um dos nomes responsáveis foi o Papa Hilário, eleito para o cargo em 19 de novembro de 461, aos 51 anos.

Em seus 6 anos de papado, ele se posicionou como um grande diplomata, mas ao mesmo tempo conseguiu realizar grandes ações na Igreja Católica. No Primeiro Concílio de Éfeso, ocorrido na época na Ásia Menor, ajudou a estabelecer crenças diferentes como heresia.

20 de novembro

1695: Morre Zumbi dos Palmares

Nascido em 1655 em Alagoas, Zumbi dos Palmares foi um dos grandes, senão o maior nome da resistência negra durante o período da escravidão negra brasileira. Capturado aos 7 anos, foi entregue como escravo, embora tenha nascido livre, a um padre que o batizou como Francisco. Com apenas 15 anos, fugiu da casa em que morava e ajudou a fundar uma comunidade para escravos fugitivos, onde podiam ser livres: o Quilombo dos Palmares.

É por causa dele, Zumbi, o dos Palmares, que o Brasil hoje considera 20 de novembro como o Dia da Consciência Negra. Embora o quilombo tenha sucumbido aos ataques de 1694, conduzidos por Domingos Jorge Velho e Bernardo Vieira de Melo, Zumbi conseguiu fugir e viveu por mais 1 ano. Aos 40 anos de idade, traído por Antonio Soares, um antigo companheiro de luta, foi capturado e morto.

21 de novembro

1916: Naufrágio do HMHS Britannic

O naufrágio do Titanic, em abril de 1912, marcou a história da humanidade como talvez o caso mais emblemático já conhecido  com uma ajudinha do cinema, claro. Mas não foi a única grande embarcação a se perder no fundo do oceano no século passado.

Em novembro de 1916, o HMSM Britannic se despediu da superfície e afundou no Mar Egeu, menos de 3 anos após ter sido lançado e 4 anos e meio depois do Titanic.

O navio de passageiros da White Star Line, primeiro nomeado de Gigantic, era um transatlântico construído para ser o maior, mais seguro e mais luxuoso de sua classe. Lembra alguém? Pois é! Porém, requisitado pela Marinha Real Britânica em 1915, por conta da Primeira Guerra Mundial, sofreu uma explosão por defeitos inteiros e afundou pouco mais de 1 hora depois.

Com 269 metros de comprimento, o Britannic foi o maior navio afundado da história de todo o mundo  isso mesmo, não é o Titanic. Felizmente, a tripulação percebeu o que estava acontecendo rapidamente e foi capaz de retirar a maior parte das pessoas que estavam a bordo, dessa vez ocupando adequadamente os botes. Dos 1.125 indivíduos no barco, 30 perderam a vida e 45 foram feridos, mas a grande maioria conseguiu se salvar.

22 de novembro

1842: Inaugurada primeira agência dos Correios com entrega em domicílio

Foi no bairro de Santa Cruz, Rio de Janeiro, que o país viu abrir sua primeira agência dos Correios, pela primeira vez na história nacional adotando o sistema de entrega em domicílio. Foi em 1842, durante o governo de Dom Pedro II.

Assim como o Banco do Brasil e a Biblioteca Nacional, vários outros avanços e inovações da época da monarquia aconteceram no país graças à vinda da Família Real portuguesa para o lado de cá do oceano.

Em 29 de novembro, alguns dias depois, o imperador decretou o pagamento adiantado para porte de correspondência, com a instituição do selo postal. Antes disso, existia o serviço postal, mas sua atuação, desde a fundação em 1663, não incluía as entregas de cartas e encomendas em casa.

23 de novembro

1913: Instituição do Dia do Engenheiro Eletricista

Você sabe quando começou a ser comemorado o dia do Engenheiro Eletricista no Brasil? A data, em si, foi instituída em 29 de outubro de 2009, em homenagem e comemoração pela inauguração do Instituto Eletrotécnico de Itajubá, que aconteceu em 1913.

A hoje Universidade Federal de Itajubá, em Minas Gerais, é considerada a primeira universidade tecnológica nacional e a décima escola de Engenharia do Brasil. A dedicação à área de Engenharia Elétrica incentivou a escolha da data para celebrar também a profissão.

24 de novembro

1631: Olinda é incendiada pelos holandeses

Visitar as cidades de Olinda e Recife, em Pernambuco, significa encontrar uma série de referências ao período em que a região sofreu grande influência da cultura holandesa, visto que estava sob domínio do país.

Valiosa por sua localização estratégica, a cidade povoada em 1535 foi, durante décadas, o polo do desenvolvimento de Pernambuco. Hoje colada a Recife, Olinda conserva dezenas de propriedades consideradas patrimônio cultural brasileiro.

Porém, em 1631, o tipo de desenvolvimento da cidade conseguiu atrair a atração negativa dos holandeses. De olho na cana-de-açúcar, eles buscaram o domínio da região e começaram por incendiar grande parte da história da cidade.

Levada às ruínas, a cidade inteira, que na época tinha 2 mil habitantes, ficou abandonada e só voltou a receber atenção do governo em 1654, com a expulsão dos holandeses pelos portugueses. Em 1657, Olinda se tornou novamente sede do governo da capitania e foi reconstruída.

25 de novembro

1999: ONU institui o Dia da Não Violência contra a Mulher

A década de 90 foi crucial para a luta das mulheres pelo direito de não sofrerem violência unicamente pelo fato de serem mulheres. Embora o feminismo em si date de muito antes disso, nessa década as pautas do movimento se voltaram com força para a luta contra a violência doméstica.

Em 25 de novembro de 1999, a Organização das Nações Unidas oficializou o Dia Internacional da Não Violência contra as Mulheres para lembrar o assassinato das irmãs Minerva, Pátria e María Teresa Mirabal, cujas mortes foram encomendadas pelo ditador dominicano Rafael Leónidas Trujillo.

No Brasil, essa pauta se tornou mais forte na década seguinte, com a promulgação da Lei Maria da Penha, em 2006.

***

Você conhece a newsletter do Mega Curioso? Semanalmente, produzimos um conteúdo exclusivo para os amantes das maiores curiosidades e bizarrices deste mundão afora! Cadastre seu email e não perca mais essa forma de mantermos contato!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.