Drops Históricos #38: Sua dose semanal de História aqui no Mega

Drops Históricos #38: Sua dose semanal de História aqui no Mega

Último Vídeo

O fim do ano se aproxima e, embora você possa estar pensando que as grandes mentes que moldaram a História poderiam muito bem aproveitar o recesso do Natal e Ano-Novo para pegar uma praia, a roda do tempo para.

Enquanto você está aí ansiando por uma água de coco bem gelada para curtir o verão à beira-mar, o Símon Bolívar estava lá de farda planejando a independência latino-americana da Espanha. Alguém tem que trabalhar, não é mesmo?

Quem também ralou muito nessa época do ano foi a galera das equipes de emergência do Havaí que, em 2005, teve que correr para lidar os estragos provocados por um vulcão que decidiu fazer uma limpa de final de ano e mandar toda a lava embora.

Leia mais sobre essas e outras histórias no Drops Históricos de hoje, o de número 38!

17 de dezembro

1819: Simón Bolívar declara independência da Grã-Colômbia

Durante o final do século 18 e o início do 19, as fronteiras da América Latina ainda estavam em processo de redefinição, e a relação das colônias espanholas com o país europeu se encontrava conturbada, com muitas das nações fervilhando em revolta.

Nessa época, um dos mais importantes líderes militares liberais e revolucionários foi Simón Bolívar, conhecido em muitos países como o libertador da América Latina. Mesmo tento vivido muito pouco, ele foi um dos grandes responsáveis pela independência de países como Bolívia, Colômbia, Equador, Panamá, Peru e Venezuela em relação à Espanha.

Foi ele que, em 17 de dezembro de 1819, quase 200 anos atrás, deu o grito da independência da República da Grã-Colômbia na então cidade de Angostura (hoje Ciudad Bolívar, na Venezuela). A nação existiu oficialmente entre 1821, quando foi estabelecida como tal, e 1930, ano da morte de Bolívar e de separação dos países que a compunham. Nessa década, fizeram parte da Grã-Colômbia os lugares que hoje são Venezuela, Nova Granada, Panamá e Equador.

18 de dezembro

2005: Vulcão Kilauea entra em atividade

Com 1.247 metros de altura, o vulcão Kilauea, localizado no Havaí é considerado atualmente o mais ativo do mundo, tendo inclusive entrado em erupção em maio de 2018. Mas foi no dia 18 de dezembro de 2005 que se deu uma de suas atividades mais marcantes nos últimos anos, talvez desde 1983, quando havia ocorrido sua erupção mais longa.

Em 2005, a erupção foi tão forte que uma parede de rochas do vulcão se rompeu, gerando um grande abismo à beira-mar que praticamente expandiu os limites da ilha.

19 de dezembro

1912: Fundação da Universidade Federal do Paraná

Em Curitiba, Victor Ferreira do Amaral e Silva é hoje o nome de uma avenida importante, mas muita gente na cidade não sabe a real relevância desse nome para o estado do Paraná. Foi ele quem, em 1912, liderou um movimento pela criação de uma universidade na capital, em busca de emancipação intelectual em um universo em que os jovens precisavam sair do país para estudar.

Considerada a universidade mais antiga do país, ela foi criada oficialmente em dezembro de 1912 e começou as atividades já no ano seguinte, ainda como instituição particular. Durante a 1ª Grande Guerra, um decreto nacional proibiu a existência de universidades particulares, de forma que os cursos foram desmembrados em faculdades autônomas. Somente em 1946 o trabalho pela federalização foi iniciado, tornando-se oficialmente a UFPR em 1950.

20 de dezembro

1983: Roubo da taça Jules Rimet

Na década de 80, um grupo de brasileiros levou um pouco a sério demais a canção que diz “a taça do mundo é nossa”. No dia 20 de dezembro de 1983, a Taça Jules Rimet foi roubada da sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Para aproveitar o ouro com que a taça era feita, um grupo de ladrões a derreteu.

21 de dezembro

1968: Lançamento da missão Apollo 8

Estamos acostumados a ver a transmissão de Neil Armstrong direto da Lua, dando seus primeiros passos sobre a superfície lunar. Mas, até que isso acontecesse, foram diversas missões e muitos, mas muitos astronautas envolvidos no processo. Delas, uma das que mais trouxeram resultado foi a Apollo 8, que, em 1968, contribuiu para fazer com que a NASA compreendesse melhor o trajeto e aprimorasse seu planejamento.

Nela, Frank Borman, James Lovell e William Anders circum-navegaram a Lua e chegaram a fazer fotos do solo do satélite durante o passeio que, feito durante o Natal, também marcou a primeira transmissão de fora da Terra.

22 de dezembro

2003: Estatuto do Desarmamento

Quinze anos atrás, após a realização de um referendo para saber a opinião dos brasileiros com relação à questão da utilização de armas por civis do país, o governo federal decidiu que seria proibido manter armas de fogo sem registro em casa.

A lei, de 22 de dezembro de 2003, é a de número nº 10.826 e ficou conhecida como o Estatuto do Desarmamento.

23 de dezembro

1947: Primeira demonstração do transistor nos laboratórios Bell

William Shockley, John Bardeen e Walter Brattain foram os nomes responsáveis pela invenção de um aparato que, no final da década de 1940, chegou para substituir alguns tipos de válvulas.

Em 1947, os pesquisadores desenvolveram nos laboratórios da Bell Telephones um equipamento chamado de Transfer Resistor, ou simplesmente transistor, apresentado ao público em dezembro daquele ano.

A descoberta revolucionou a indústria eletrônica na época, barateando os equipamentos do tipo, já que o transistor utilizava como elemento base o silício, que é bem mais barato do que as alternativas.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.