Seja o primeiro a compartilhar

Maior cidade subterrânea do mundo é descoberta na Turquia

Arqueólogos que trabalhavam na limpeza e conservação de ruas e construções históricas de Midyat, na Turquia, descobriram por acaso a maior cidade subterrânea do mundo, conforme relatou o site Ancient Origins na quinta-feira (21). O complexo escondido sob as fundações do município provavelmente está ali há cerca de 1,9 mil anos.

Segundo a publicação, os especialistas "tropeçaram" na entrada escondida para uma suposta caverna durante os trabalhos. Ao explorar a passagem, eles descobriram uma estrutura gigantesca, formada por inúmeras salas e túneis, que contêm muitos artefatos dos séculos II e III d.C.

Batizada de Matiate — em tradução livre, “cidade das cavernas” — a construção teve 49 cômodos descobertos até o momento, nas primeiras escavações. A quantidade pode parecer pequena, mas de acordo com os pesquisadores trata-se de apenas 3% da área total da cidade subterrânea.

(Fonte: Anadolu Agency/Reprodução)(Fonte: Anadolu Agency/Reprodução)

Os locais já explorados incluem espaços para cultos, poços de água, silos para armazenamento, corredores, túneis e muitos murais de parede. A estrutura fica abaixo de casas e prédios construídos nos séculos XVII, XVIII e XIX, atualmente habitados por 60 mil pessoas, conforme os dados mais recentes.

Abrigo para os católicos

Para que a cidade subterrânea abaixo de Midyat era usada? Possivelmente, ela funcionava como uma espécie de esconderijo ou área de fuga para os católicos da região sudoeste da Turquia, segundo o líder da equipe de pesquisa Gani Tarkan, responsável pela descoberta.

Como ele explica, o século II foi um período difícil para quem seguia o cristianismo, que não era uma religião oficial na época. Dessa forma, famílias e grupos adeptos da fé cristã precisavam se esconder em locais como as cidades subterrâneas para fugir da perseguição de Roma.

(Fonte: Anadolu Agency/Reprodução)(Fonte: Anadolu Agency/Reprodução)

Tarkan acredita que Matiate era um desses locais devido ao enorme espaço disponível para reunir grandes multidões. Estimativas dos pesquisadores sugerem que a cidade no subsolo tinha capacidade para abrigar de 60 mil a 70 mil pessoas.

Abaixo da superfície, os seguidores de Cristo podiam realizar suas orações com segurança e sem incômodo, contando ainda com toda uma infraestrutura para ficar bastante tempo por ali. Além dos poços de água, a maior cidade subterrânea do mundo também contava com cisternas e sistemas de esgoto.

Cidades subterrâneas na Turquia

Estruturas como a que acaba de ser encontrada abaixo de Midyat não são incomuns na Turquia. No país, já foram descobertas pelo menos 40 cidades abaixo da superfície, sendo Derinkuyu uma das mais conhecidas — ela fica na região histórica da Capadócia e abrigava em torno de 20 mil pessoas.

Apesar da quantidade, nenhuma delas se aproxima do provável tamanho de Matiate, onde os trabalhos de escavação continuam e devem revelar novos detalhes em breve.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.