Seja o primeiro a compartilhar

6 tatuagens vikings e os significados por trás delas

Tatuar-se é uma arte que ganhou um grande número de adeptos durante as últimas décadas. No fim das contas, pintar o próprio corpo é uma forma muito interessante de se expressar e de demonstrar individualidade. Embora não seja necessário ter um significado para tatuar algo no seu corpo, muitas figuras carregam um peso simbólico em sua concepção.

Os maiores exemplos disso são as tatuagens vikings, que já faziam parte da cultura nórdica muito antes de nós estarmos vivos. Ficou curioso para conhecer mais sobre esses desenhos? Veja só essa lista que nós separamos com seis tatuagens vikings e qual o real significado por trás delas!

1. Elmo do assombro

(Fonte: Shutterstock)(Fonte: Shutterstock)

Também chamado de Aegishjalmur, o elmo do assombro possui um design com oito pontas armadas surgindo do mesmo centro. Segundo a cultura viking, esse símbolo era uma representação da proteção e também da superpotência — o que serviria como um amuleto de batalha para os soldados nórdicos.

Por isso, era bastante comum que os guerreiros vikings carregassem esse símbolo consigo quando fossem entrar em uma guerra. Para eles, o elmo do assombro conseguiria dar toda a proteção e coragem que eles necessitariam para derrubar qualquer tipo de inimigo.

2. Valknut

(Fonte: Shutterstock)(Fonte: Shutterstock)

Outra tatuagem bastante comum da cultura nórdica é o valknut, um símbolo que consiste em três triângulos entrelaçados e apontados para cima. Em diversas representações históricas, esse é um símbolo que aparece sempre ao lado de Odin — o maior deus da religião nórdica.

Muitos vikings acreditavam que este sinal indicava Odin dando as boas-vindas aos guerreiros para morar em Valhalla, o "paraíso" para os guerreiros de Asgard. Nas tatuagens modernas, muitas pessoas acabam acreditando que carregar valknut no corpo significa ter poder para superar qualquer obstáculo com a ajuda de Odin.

3. Mjölnir

(Fonte: Shutterstock)(Fonte: Shutterstock)

Mjölnir, o lendário martelo de Thor, é um dos símbolos que mais aparece em tatuagens da cultura viking. Na mitologia nórdica, essa poderosa arma ganhou tanto respeito que nenhuma arma poderia ser comparada a ela. Além disso, esse martelo esteve sempre associado aos raios, trovões e tempestades.

Para os vikings, Mjölnir era o maior símbolo de Thor, o deus mais poderoso e de bom coração. Sendo assim, carregar esse símbolo na pele era um real amuleto para a batalha e para a vida, oferecendo todo o poder, coragem e generosidade necessária para seguir em frente.

4. Teia de Wyrd

(Fonte: Shutterstock0(Fonte: Shutterstock0

A teia de Wyrd, também conhecida como a Matriz da Fé Viking, era um símbolo poderoso feito na forma de runas. De acordo com a cultura nórdica, esse era o desenho que mostrava o destino moldado de todos os seres vivos no mundo, tal como um lembrete sobre como as nossas ações passadas influenciam no presente e no futuro.

Normalmente, esse é um símbolo usado para representar a interconexão universal, servindo como uma demonstração de como tudo que acontece ao nosso redor está de alguma forma interligado.

5. Vegvísir 

(Fonte: Shutterstock)(Fonte: Shutterstock)

Na cultura nórdica, a palavra vegvísir significa algo como "O Sinalizador" ou "O Localizador de Caminhos". Sendo assim, os vikings carregavam esse símbolo acreditando que ele os guiaria ao destino desejado. Quer você estivesse no mar ou em outro lugar, esse seria um sinal de que todos voltariam para casa sãos e salvos.

No contexto moderno, muitas pessoas costumam tatuar o vegvísir como uma proteção para que não se percam na vida e mantenham seus objetivos como foco principal.

6. Ouroboros

(Fonte: Shutterstock)(Fonte: Shutterstock)

Ouroboros, o tradicional símbolo de uma cobra comendo a própria cauda, é um símbolo utilizado para expressar a unidade de todas as coisas espirituais e materiais. Além disso, essa é uma marca do ciclo eterno que vivemos de renascimento e destruição.

Basta um breve conhecimento nórdico para notarmos que o símbolo é uma representação de Jormungand, o segundo filho de Loki — o deus trapaceiro.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.