Pele lisinha, sem pelos e sempre bonita

09/08/2011 às 09:325 min de leitura


De que forma você prefere se depilar? Com cera, lâmina, pinça, creme depilatório ou aparelho elétrico? Opções não faltam, mas quais são as melhores para a pele, que não causam alergias ou ressecamento? Existem ainda técnicas de depilação definitiva que utilizam aparelhos com tecnologias avançadas como laser e luz pulsada.

Estar com a pele sempre lisinha e livre de pelos realmente dá trabalho às mulheres que precisam regularmente partir para um método de depilação todo mês ou a cada 15 dias (ou até menos) dependendo da técnica escolhida. Seja para as pernas, virilha, axilas, como para as sobrancelhas e buço que estão sempre à mostra. No inverno até é possível não realizar o processo tão constantemente, pois as partes do corpo estão sempre mais cobertas. Mas no verão o que vale é pele à mostra, saias, regatinhas, bermudas, shorts e então estar com a depilação em dia é primordial.

Aqui no Brasil as técnicas de depilação são bem variadas e o público feminino busca sempre novidades. Inclusive o nosso país lançou tendência mundial com a Brazilian Wax: técnica feita com cera (quente ou fria) para depilar a virilha que deixa apenas um filete de pelos no monte de Vênus e faz o maior sucesso até nos salões mais finos de Nova York e entre as celebridades.

Apesar de todas as opções disponíveis, há quem prefira não utilizar nenhuma e apenas descolorir os pelos mais evidentes. Para quem é bem branquinha e de cabelos bem claros, esse estilo pode até ser adequado, pois geralmente esse biótipo possui realmente menos pelos. Mas o que vale é se sentir confortável com o tipo de depilação escolhido, que fique bonito e não agrida a sua pele.

Quais as melhores opções para você?

Se você tem a pele resistente e não tem problemas com o arranca e puxa das técnicas com cera, essas são ótimas opções, pois tiram os pelos pela raiz e deixam a pele lisinha por muito mais tempo. Manter a pele sempre bem hidratada também facilita a retirada dos pelos e deixa o visual ainda mais bonito e o toque suave.

No entanto, existem muitas mulheres que têm a pele muito delicada, propensa a alergias, irritações, pelos encravados e são até mais sensíveis a um pouquinho de dor que algumas técnicas podem causar. Para todos os casos há uma ótima solução. O TodaEla listou todas as opções mais utilizadas em nosso país e mostra em quais casos elas são mais indicadas. Confira abaixo:

Cera fria

O método utiliza uma camada fina de cera aplicada em lâminas de celofane que são colocadas na pele com uma leve pressão e depois puxa-se rapidamente para arrancar os pelos pela raiz. Apesar de ser uma das técnicas mais utilizadas no Brasil, ela está sendo aos poucos substituída pela cera quente que causa menos irritação.

A cera fria, por estar em temperatura ambiente não abre os poros e pode ser mais agressiva, causando um pouco de dor, ressecando a pele e causando foliculite, que é a inflamação de um pelo encravado ou aquelas bolinhas que surgem em algumas áreas e deixam a pele mais áspera. As áreas mais indicadas para a cera fria são as pernas, axilas e buço.

O custo de uma sessão de depilação com cera fria vai depender da extensão que será feita, mas pode chegar a 40 reais. Porém, há nas lojas de cosméticos diversas opções para você fazer em casa e sai bem mais em conta, principalmente se você quiser depilar áreas como a do joelho para baixo. Existem loções calmantes a base de camomila e aloe vera para retirar os resíduos de cera e hidratar a pele após o procedimento. A depilação com cera fria dura em média de 20 a 30 dias.

Cera quente

A técnica de depilação com a cera quente é atualmente a mais utilizada nos salões de beleza e estética no Brasil, pela eficácia e preço. Geralmente formulada com mel e algas, a cera é aquecida e aplicada sobre a pele e depois de endurecer levemente é puxada no sentido contrário do crescimento dos pelos para arrancá-los. O calor do produto faz com que os poros se abram, deixando a retirada dos pelos mais facilitada e causando menos dor.

Esse método pode ser realizado em diversas partes do corpo: nas pernas, virilha, axila, barriga, ânus e até nas sobrancelhas. Normalmente é com ela que é feita a depilação íntima que retira os pelos pubianos, a chamada Brazilian Wax ou “moicano” como também é conhecida. O custo de uma sessão pode chegar a cerca de 50 reais e tem a duração de 20 a 30 dias. Só é preciso estar de olho e sempre questionar os lugares onde você irá realizar o procedimento, pois muitos salões reutilizam a cera descartada e pode ser um foco de infecções muito perigoso.

Lâmina

A depilação com a lâmina (ou gilete) é a mais rápida, indolor, fácil e barata. Porém, não é a mais eficaz, pois dura muito pouco porque o pelo é só cortado superficialmente. Geralmente utilizada em casos de “emergência” quando surge uma festa ou um convite inesperado para pegar um solzinho, a lâmina é a salvadora momentânea para raspar as pernas ou axilas.

Como dura no máximo três dias, a depilação com lâmina precisa ser refeita mais vezes. Por isso, exige também mais cuidado para não fazer cortes na pele. A frequência do uso também pode causar alergias e foliculite. Se optar por essa opção, utilize sempre lâminas novas para não causar infecções.

Creme depilatório


Assim como a lâmina, o creme depilatório também é uma forma fácil, rápida e indolor de se livrar dos pelos. Mas também não dura muito: no máximo 10 dias. Quem opta por essa opção geralmente a realiza em casa mesmo.

O creme depilatório possui reagentes químicos que atingem o pelo e o dissolve de certa forma. O processo é fácil: é só aplicar uma camada do creme e depois passar uma espátula (que acompanha o kit encontrado nas lojas de cosméticos) e retirar o produto.

O resultado é rápido, com pernas lisinhas e macias, pois alguns produtos também possuem ingredientes emolientes e hidratantes.

No entanto, para quem é sensível ou alérgica a produtos químicos, a cera depilatória pode causar irritações. O cheiro de alguns produtos também é forte e pode causar certo incômodo. Os cremes depilatórios podem ser encontrados com o preço de 14 a 30 reais.

Linha

A técnica milenar da linha - já utilizada por árabes, indianos e egípcios há mais de dois mil anos - ganhou espaço desde que chegou ao Brasil, sendo a preferida entre as celebridades, pois define o desenho de forma superbonita, não oferece riscos de alergias e o melhor: dói menos do que os outros procedimentos. A técnica utiliza um pedaço de linha e usando o indicador e o polegar das duas mãos, a profissional cruza a linha sobre os pelos, formando um “X”, passando-a sobre a pele. Dessa forma, os pelos se enroscam na linha e acabam sendo retirados pela raiz.

Indicada para pelos do rosto, como buço e sobrancelhas. Além disso, é usada para “limpar” o rosto da penugem fininha. No entanto, essa técnica é cara, podendo chegar a 75 reais ou mais dependendo do salão e da área depilada.

Aparelhos

Os aparelhos de depilação podem ser movidos à energia elétrica ou bateria e funcionam com mecanismos que puxam os pelos pela raiz. Existem também os aparelhos roll on que aquecem a cera que é retirada com lâminas de papel especial.

Os aparelhos elétricos e a bateria custam mais do que as técnicas comuns, porém têm a vantagem de estar disponível para você sempre que precisar. Assim, o benefício cobre os custos que você tinha com outros métodos rapidamente. Porém, a depilação com os aparelhos podem doer um pouquinho e não são indicadas para áreas como a virilha.

Pinça

Depilar com pinça é prático, barato, pode ser feito no salão ou em casa. Porém vale somente para pequenas áreas do rosto (como sobrancelhas e buço) e retoques de áreas já depiladas, onde há alguns pelos que não foram arrancados. No entanto, para as mais sensíveis, essa opção pode ser dolorosa.

Técnicas de depilação definitiva

  • Eletrólise: Esse método é também chamado de eletrocoagulação e feito com uma agulha que é introduzida no folículo piloso que aplica uma carga elétrica na raiz para queimá-la e impedir a produção de pelos. O tratamento é demorado, caro e doloroso, podendo durar até dois anos. Mais indicado para pequenas regiões do corpo.
  • Laser e Luz Pulsada: Esses procedimentos são indicados para pessoas de pele clara e pelo escuro, pois o sistema trabalha por pigmentação da melanina: ele reconhece o pigmento escuro e envia a energia para o folículo, destruindo ou retardando a capacidade de produção de novos fios. Indicada para virilha, abdômen, costas e pernas. É contra indicada para grávidas, pessoas recém-bronzeadas ou com alguma inflamação na pele.
  • Laser Diodo: É um dos mais modernos tratamentos e indicado para pequenas áreas do corpo. Ele emite alta concentração de energia e possui um mecanismo que protege a pele, evitando assim o aparecimento de manchas, principalmente em peles morenas e negras. Também é contra indicado para grávidas, pessoas recém-bronzeadas ou com alguma inflamação na pele.

Fonte
Imagem

Últimas novidades em Saúde/bem-estar

NOSSOS SITES

  • TecMundo
  • TecMundo
  • TecMundo
  • TecMundo
  • Logo Mega Curioso
  • Logo Baixaki
  • Logo Click Jogos
  • Logo TecMundo

Pesquisas anteriores: