3 erros que você não pode cometer em uma entrevista de emprego

3 erros que você não pode cometer em uma entrevista de emprego

Último Vídeo

1 – Não se atrase

Rachel

Pontualidade é um requisito fundamental na hora de causar uma boa impressão sobre suas habilidades profissionais. Por isso, não pense em chegar nem mesmo cinco minutinhos após o horário da sua entrevista.

Recrutadores consideram que chegar atrasado é uma forma bem negativa de começar uma avaliação, então se programe para evitar esse tipo de pisada de bola. O ideal, então, é que você chegue um pouco mais cedo ao local da entrevista – além de evitar o atraso em si, isso faz com que você seja mais bem visto, que passe uma ideia de responsabilidade e maturidade.

2 – Não fale mal de seu antigo trabalho e dos seus antigos chefes

entrevista de emprego

Você pode ter detestado seu emprego anterior e pode simplesmente ter trauma da cara do seu chefe – nada contra isso. O problema, no entanto, está nos candidatos que resolvem falar sobre isso em uma entrevista de emprego.

Em vez de reclamar e de fazer críticas, fale do que você aprendeu com as antigas experiências e de como você cresceu com elas. Mostre que se sente grato ao seu antigo emprego e, se for perguntado sobre o chefe, fale sobre ele em termos profissionais e nunca em aspectos pessoais.

Se você ainda está trabalhando e for perguntado por que está procurando um novo emprego, responda com honestidade, mas com tato também. Diga que sente vontade de crescer profissionalmente, de ter novas responsabilidades. Isso já basta.

3 – Revise seu currículo

currículo

Parece básico demais – e é mesmo –, mas todo aviso é válido, e, em termos de currículo, pega muito mal se você aparecer com um currículo com erros de digitação, de ortografia, de coesão e coerência e, claro, com informações que não são verdadeiras.

Quando você diz que é fluente em inglês, por exemplo, não pode se surpreender se a entrevista tiver perguntas nesse idioma. O ideal é ser honesto, sempre, e não exagerar em suas qualificações.

No caso dos erros gramaticais e ortográficos, é perfeitamente normal que alguns deles passem pelos seus olhos, mesmo quando você faz uma grande revisão do documento. O recomendável, então, é pedir ajuda daquele seu amigo que manda bem em redação ou, se for o caso, de pagar para que algum revisor leia o seu currículo e o deixe apresentável.

Bônus – Sobre nervosismo

pinguim

Recrutadores estão mais do que acostumados com candidatos nervosos, e o nervosismo é comum. Nesse sentido, você deve conhecer suas reações a esse tipo de situação, então se prepare. Se seu medo é não saber o que falar, treine em casa, na frente do espelho, leia dicas de entrevistas de emprego, decore seu currículo de cabo a rabo para conseguir responder as perguntas que possam ser feitas sobre ele e, claro, dê uma boa estudada sobre a história da empresa da qual você deseja fazer parte.

Se você sua demais quando está nervoso, por exemplo, leve um lencinho no bolso, para ajudar a não passar por apertos. O segredo, aqui, é conhecer a si mesmo e aprender a agir conforme as necessidades. Preparar-se é uma das coisas mais inteligentes que você pode fazer, então estude, respire fundo, revise seu currículo, programe o despertador para chegar a tempo e boa sorte!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.