Bailarina com Mal de Alzheimer relembra coreografia por meio da música

Um vídeo publicado no YouTube no final do mês passado tornou-se viral e está emocionando muitas pessoas pelo mundo. Nele, uma ex-bailarina do Ballet de Nova York, sofrendo de demência, é transportada a uma viagem virtual ao ouvir o balé dramático O Lago dos Cisnes, de Tchaikovsky, em fones de ouvido.

A espanhola Marta C. González tornou-se a primeira bailarina do Ballet de Nova York na década de 1960. Quando o vídeo foi realizado, ela estava num lar para idosos da cidade de Valência, na Espanha, e sofria de Alzheimer.

A experiência foi realizada pela organização Música Para Despertar, que promove o uso da música para estimular a memória de pacientes com demência. O diretor da fundação, Pepe Olmedo, disse a um site espanhol que o encontro com Marta ocorreu por acaso, e foi surpreendente.

O Lago dos Cisnes, 53 anos depois

A cena é emocionante. Em sua cadeira de rodas, Marta coloca os fones de ouvido e começa a relembrar os passos da coreografia que muito ensaiou e dançou em 1967, quando foi protagonista do balé, cujas imagens foram resgatadas e são mostradas no vídeo. 

No final da apresentação, que dura alguns minutos, aplausos explodem no lar de idosos. A instituição Música para Despertar destaca o poder “incomensurável” da música como ferramenta para revisitar a autoexpressão e o reconhecimento da memória, mesmo em casos graves de demência.

Marta faleceu no ano passado. O vídeo está sendo republicado para celebrar o aniversário de um ano da morte da grande bailarina. Ao assisti-lo, o ator espanhol Antonio Banderas compartilhou-o no seu perfil no Facebook com a inscrição: “Que essas imagens sirvam como um reconhecimento de sua arte e de sua paixão”.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.