Conheça o Gin mais forte do mundo, com 95% de teor alcoólico

Conheça o Gin mais forte do mundo, com 95% de teor alcoólico

Último Vídeo

A companhia britânica Anno Distillers anunciou que o “Gin mais forte do mundo” já está à venda em alguns países da Europa. Misturando ervas e temperos selecionados, o destilado Anno Extreme 95 surge em um pequeno frasco capaz de fazer verdadeiros estragos, possuindo um impressionante teor alcoólico de 95%.

Segundo a empresa, não é recomendado experimentar a bebida a seco, pois ela basicamente seria intragável dessa forma. A sugestão é que seja misturado em um drink de frutas com uma dosagem máxima de 5 ml do Anno Extreme 95, que já vem com um copinho para medir a quantidade de preferência.

O Anno Extreme 95 foi criado por uma dupla de químicos que abandonaram seus empregos há mais de dez anos. Desde então, vêm se dedicando ao ramo de bebidas alcoólicas e criando projetos capazes de proporcionar experiências inéditas para os “bebedores” de plantão. Para atingir a proporção de 95% ABV, foi necessário “um alto grau de retificação e um calor suave, combinado com o uso criativo de infusão de vapor”, resultando em uma bebida cavalar para corajosos.

Mas não é perigoso?

Em relação a bebidas comerciais, órgãos de regulamentação afirmam que teores alcoólicos acima de 70% ABV são extremamente perigosos para os usuários, especialmente se não ingeridos da maneira adequada. Bom, se 70% já é considerado arriscado, 95% não seria uma afronta à saúde do consumidor? Para a Anno Distillers, não.

https://www.instagram.com/p/CHgN8-tBUy7

Criado como “uma tentativa deliberada de empurrar os limites da destilação do Gin ao extremo”, a bebida aparece mais como uma possibilidade de estabelecer recordes do que algo que venha a vingar no mercado, aparentemente sendo uma jogada comercial que deve funcionar para os mais ousados, mas não de forma popular.

Apesar disso, o “Gin mais forte do mundo” existe e está aí para quem queira provar. Você teria coragem?

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.