Seja o primeiro a compartilhar

Homem forja o próprio sequestro para não ir ao trabalho

Um homem do distrito de Coolidge no Arizona, Estados Unidos, foi pego forjando o próprio sequestro para poder folgar durante seu expediente de trabalho. O caso chamou a atenção das autoridades e do público por conta de toda a situação cinematográfica e bem elaborada, mas que infelizmente trouxe consequências drásticas ao rapaz.

A polícia do condado local havia recebido um chamado de emergência anônimo no dia 10 de fevereiro deste ano, com relatos de que um homem estava caído no acostamento da estrada e com suas mãos atadas a uma corda. Imediatamente, as autoridades se deslocaram para o ponto referido e logo identificaram o rapaz como Brandon Soules, um jovem de 19 anos.

(Fonte: Polícia de Coolidge / Reprodução)(Fonte: Polícia de Coolidge / Reprodução)

Ao ser interrogado, Soules afirmou que não conseguia lembrar de boa parte dos eventos, incluindo a fisionomia de seus supostos sequestradores, e que havia sido apenas desovado no local por dois homens mascarados. Dessa forma, deu-se início à investigação sobre o ocorrido, apenas para trazer resultados que comprovariam o esquema malandro do jovem.

"Primeiro, o sujeito informou à polícia que dois homens mascarados o sequestraram, o golpearam na cabeça e o levaram para um veículo antes de deixá-lo na área onde foi encontrado", disse a polícia. "Os investigadores de Coolidge conduziram uma investigação minuciosa e foram encontradas evidências de que sua história foi inventada e que não houve sequestro ou agressão."

E para completar, Soules afirmou que a motivação dos bandidos foi encontrar um dinheiro que seu pai havia escondido pela cidade, algo que deixou a polícia completamente intrigada. Sem evidências ou vestígios de qualquer dinheiro, o ultimato no caso foi dado pelas próprias câmeras de vigilância, que verificaram sua rotina e acabaram descobrindo os planos por trás de tudo.

Fim da linha para o norte-americano

Pego na mentira, Soules acabou confessando ter armado o sequestro como motivo para faltar seu trabalho, mas não deu mais detalhes sobre o que podia tê-lo impulsionado a fazer isso. Com o vazamento da história, o jovem foi demitido por justa causa da empresa de pneus para a qual trabalhava, e acabou sendo preso uma semana depois de ter sido encontrado no acostamento, por motivo de ter apresentado falsas denúncias à polícia.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.