Seja o primeiro a compartilhar

Avião sudanês faz pouso de emergência após gato atacar o piloto

Em um incidente incomum ocorrido no final de fevereiro (24), um avião de passageiros do Sudão foi forçado a fazer um pouso de emergência, depois que um gato invadiu a cabine do piloto e o atacou. Segundo o periódico Al Sudani, o fato ocorreu meia hora depois da decolagem da aeronave da Tarco Aviation, que viajava de Cartum para Doha, no Catar.

Talvez por ser o seu primeiro voo, o felino entrou em pânico e, apavorado com a reação dos passageiros, rumou direto para a cabine de comando, partindo para cima do piloto. Como percebeu que a tripulação não conseguia conter ou capturar o gato, o comandante fez meia-volta e retornou ao Sudão para remover o clandestino.

Fonte: Simple Flying/ReproduçãoFonte: Simple Flying/Reprodução

Após a aterrissagem em Cartum, onde todos os passageiros desembarcaram em segurança, a companhia aérea iniciou as investigações. O bichano não estava, como se pensou a princípio, na bagagem de algum passageiro a bordo, o que levou à conclusão de que seria um gato de rua comum.

Posteriormente, o Al Sudani revelou que o avião, um Boeing 737, havia passado a noite no hangar para operações de limpeza e preparativos de voo. O que se deduziu foi que o felino se esgueirou para bordo e encontrou um local tranquilo e confortável para tirar uma soneca, assustando-se posteriormente com a decolagem e os passageiros. Não se sabe até agora a origem, o destino e nem o paradeiro do gato.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.