Seja o primeiro a compartilhar

Inshalá? Oxalá? O que significa o 'bordão' de Carla Diaz?

Quando Carla Diaz foi para o “Paredão” no reality-show Big Brother Brasil na noite de ontem (21), talvez a perspectiva de não ser eliminada pelo público lhe trouxe à mente uma frase em árabe que marcou a vida da atriz, desde que ela interpretou a personagem Khadija na novela O Clone, em 2001: “in sha Allah”.

Dita pela maior parte dos muçulmanos, a expressão tem um significado semelhante ao nosso “se Deus quiser” e é invocada com frequência para atrair bênçãos, expressar um desejo ou até mesmo uma simples vontade. Aqui no Brasil, dizemos "Oxalá" que, neste sentido, nada tem a ver com o termo homófono e homógrafo que designa o orixá de mesmo nome que, na tradição iorubá, criou o mundo e a espécie humana.

Carla explica o Inshalá para Arthur (Fonte: TV Globo/Reprodução)Carla explica o Inshalá para Arthur (Fonte: TV Globo/Reprodução)

No início de fevereiro (8), quando estavam no Quarto do Líder, Carla conversava com o seu (então) amado Arthur Picoli sobre o fato de as pessoas chamá-la pelo bordão “Inshalá” e a atriz afirmou no programa da TV Globo: "É um reconhecimento, se a pessoa lembra é porque marcou em algum momento a vida dela, é especial, eu não tenho como ver isso negativo, pelo contrário".

Como surgiu o Inshalá?

Carla Diaz está certa: o Inshalá é especial. Antes da Hégira (fuga de Maomé de Meca para Medina), o Profeta prometeu dar uma resposta aos judeus, que queriam testá-lo, sobre três assuntos: o paradeiro de alguns jovens desaparecidos, a localização de uma pessoa que havia viajado muito e sobre a realidade da alma. Porém, Maomé esqueceu-se de dizer “in sha Allah”. Por isso, Deus não lhe deu a resposta das questões.

In sha Allah (Fonte: Fire Base Storage/Reprodução)In sha Allah (Fonte: Fire Base Storage/Reprodução)

Sem saber o que dizer aos coraixitas, o último profeta do Deus de Abraão se angustiou e começou até a mesma a duvidar de sua condição de emissário. Porém, como era sincero o seu sofrimento, Deus lhe enviou o anjo Gabriel, que lhe revelou a surata da Caverna, que é o 18º capítulo do Alcorão.

O ensinamento diz: “Jamais digas: Deixai, que farei isto amanhã, a menos que adiciones: Se Allah quiser [in sha Allah]! Recorda o teu Senhor quando esqueceres, e dize: É possível que meu Senhor me encaminhe para o que está mais próximo da verdade.” (Alcorão 18:23-24).

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.