Seja o primeiro a compartilhar

Covid-19: ex-governador de RO usa solda elétrica para tratar amigo

Nesta última terça-feira (23), o ex-governador de Rondônia Ivo Cassol publicou um vídeo em suas redes sociais divulgando um tratamento controverso e sem qualquer precedente científico para a covid-19. Nas imagens, o político utiliza uma solda elétrica para cuidar de seu amigo que aparentemente testou positivo para o coronavírus, "banhando-o" na fumaça gerada pelo atrito entre o equipamento e a placa de ferro.

A inspiração de Ivo Cassol para testar o método foi um caso semelhante que havia ocorrido em São Francisco do Guaporé (RO), cidade localizada a aproximadamente 220 km de Rolim de Moura (RO), local onde o vídeo foi gravado. Segundo relatos, um homem chamado Santos utilizou o equipamento para matar o vírus em um funcionário e sua esposa, além de ter tratado a si próprio.

No procedimento, Fabrício, que havia testado positivo para a covid-19 nesta última segunda-feira (22), se posicionou ao lado da solda e ficou girando enquanto recebia a fumaça do atrito em seu corpo, curiosamente com máscara o tempo inteiro. Após ser tratado, o borracheiro foi descansar, e na manhã da terça-feira (23) "amanheceu como um coco, como se nada tivesse".

"Aqueles que estão falando que a solda cura, não, a solda não cura. Primeiro que eu não sou médico, não sou cientista, mas eu quero deixar claro que a solda, no meu ponto de vista, aquela claridade dela pode, de repente, transmitir vitamina D [ao corpo] ou a claridade em si, e ela de repente mata o coronavírus. Portanto vai depender dos pesquisadores daí pra frente", comentou Ivo, afirmando que a iniciativa foi um ato de coragem.

Perigo para a saúde

O experimento do ex-governador é mais uma das "curas" da covid-19 divulgadas na internet sem qualquer tipo de respaldo científico, e pode trazer sérios problemas de saúde para quem aplicá-lo. Apesar de Cassol ter dito que "com solda não tem risco nenhum, não tem contraindicação, não tem nada", o calor e a iluminação do equipamento pode trazer malefícios para o corpo, ainda mais em casos onde a "cobaia" está próxima demais do atrito.

"Solda queima os olhos, dá problemas pulmonares, por causa do vapor/fumaça", alerta o médico Rodrigo Almeida.  "A pessoa mais nova costuma enfrentar a covid melhor do que uma pessoa mais velha. Na verdade não se curou por causa da solda, mas por ser mais saudável e ter resistência", concluiu.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.