Seja o primeiro a compartilhar

4 coisas que você provavelmente não sabia que eram venenosas

Por definição, um veneno é qualquer substância que pode provocar riscos ou até mesmo morte a um organismo. Como nem todos os venenos são tão óbvios como o cianeto, por exemplo, existe uma série de substâncias tóxicas presentes nos nossos cotidianos e que acabam passando desapercebidas.

Justamente por isso, nós separamos essa lista com quatro itens que você deve manter cuidado ao lidar para evitar uma possível contaminação. Olha só!

1. Batatas maduras

(Fonte: Pixabay)(Fonte: Pixabay)

Se as batatas da sua casa permanecerem tempo demais paradas e adquiriram uma coloração esverdeada, tome cuidado! As batatas com um tom esverdeado são levemente tóxicas, visto que a coloração vem de uma substância chamada solanina derivada do processo natural de envelhecimento.

A maioria das pessoas consegue tolerar pequenas quantidades de solanina em seu organismo, mas o consumo em excesso pode gerar complicações. Intoxicação por solanina pode resultar em sintomas como dor de estômago, náuseas, vômitos, diarreia e, ocasionalmente, febre.

2. Arroz

(Fonte: Pixabay)(Fonte: Pixabay)

Muitas pessoas não sabem, mas surpreendentemente o arroz possui vestígios de arsênico em sua composição. Isso ocorre, pois, o arsênico é naturalmente encontrado no solo e na água, e é absorvido pelo arroz e outras frutas, verduras e vegetais durante o processo de crescimento.

Embora a quantidade de arsênico contida em uma porção de arroz não seja considerada altamente tóxica, o consumo de arsênico tem o potencial de aumentar o risco de algumas doenças, incluindo câncer.

3. Folhas de tomate

(Fonte: Pixabay)(Fonte: Pixabay)

Os tomates são vegetais extremamente suculentos e que costumam estar à mesa de quase todas as famílias brasileiras. Dono de muitas vitaminas e nutrientes, entretanto, esse alimento pode oferecer alguns riscos a sua saúde. A culpa disso vem diretamente das folhas do tomate.

Assim como em batatas maduras, as folhas de tomate também apresentam quantidades de solanina. Portanto, evite usá-las como parte da salada, já que o consumo exagerado pode resultar em intoxicações severas.

4. Semente de maçã

(Fonte: Pixabay)(Fonte: Pixabay)

Uma boa ideia antes de comer uma maçã é remover as sementes antes da ingestão. As sementes de maçã contêm amigdalina, um composto que produz cianeto. Apesar do consumo em baixa quantidade não ser muito perigoso, a amigdalina pode ser responsável por desmaios, vômitos, insuficiência renal, coma e morte. Essa substância também aparece nas sementes de pêssego e de ameixa.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.