Seja o primeiro a compartilhar

Navegadores maoris chegaram na Antártica antes de europeus

Apesar dos primeiros arquivos históricos indicarem que os seres humanos pisaram na Antártica pela primeira vez nos anos 1820 por meio de navegadores russos, um novo estudo tem sugerido outra coisa. Segundo o documento publicado no Journal of the Royal Society of New Zealand, velejadores maoris podem ter chegado ao local muito antes dos europeus.

A primeira embarcação Maori teria chegado ao continente gelado durante o século VII — há 1.200 anos. A teoria foi fundamentada por uma combinação de histórias orais tradicionais e contos etnográficos escritos. O estudo aponta que um capitão chamado Hui Te Rangiora foi quem comandou um navio chamado "Te Ivi o Atea" por toda rota até chegar ao local inexplorado.

História popular

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

Comandado pela bióloga Priscilla Wehi, do Manaaki Whenua Landcare Research, o estudo utilizou relatórios e documentos que não aparecem nas fontes acadêmicas tradicionais para construir a narrativa dos maoris. Até então, nenhum arquivo histórico sobre a chegada dos maoris à Antártica havia sido publicado oficialmente.

Por outro lado, as lendas das tribos indígenas neozelandesas há muito tempo citavam a história da embarcação Te Ivi o Atea, cuja tripulação descreveu uma visita a um "lugar escuro não visto pelo sol" com "mares congelados" e montanhas cujos picos eram "completamente nus e sem vegetação".

“As narrativas desses grupos sub-representados e suas conexões com a Antártica permanecem mal documentadas e reconhecidas na literatura de pesquisa. Este artigo começa a preencher essa lacuna”, disse Wehi em entrevista ao The New Zealand Herald. 

Exploração da Antártica

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

Outro fator interessante apontado pelo documento é que essa não teria sido a única vez que os maoris teriam visitado a Antártica. Durante a “Idade Heróica”, que durou entre o final de 1800 e início de 1900, os maoris teriam auxiliado tripulações europeias a chegar no novo continente. 

Por muitos anos, todos os arquivos históricos sempre demonstraram os velejadores brancos como figuras centrais no descobrimento da Antártica. Por conta disso, o objetivo de Wehi com esse estudo era diversificar esse cenário e dar crédito para outros exploradores que chegarem ao local antes mesmo dos europeus.

Os pesquisadores acreditam que esse pode ser apenas um de muitos estudos que ainda estão por vir sobre a importância de outros povos indígenas no passado da humanidade. Enquanto isso, Wehi e seus colegas pretendem continuar vasculhando outras fontes não-oficiais para encontrar novas informações.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.

Comentários

Você já percebeu que passamos por algumas mudanças por aqui, né? Uma delas é melhorar também o nosso campo de comentários - e nada melhor do que você, nosso leitor, para nos ajudar e garantir que a gente esteja no caminho certo. Substituímos temporariamente nossos comentários por uma pesquisa rápida para implementarmos mais uma melhoria. Como você acredita que nossa interação pode ser mais próxima aqui?

CLIQUE AQUI PARA RESPONDER