22
Compartilhamentos

Milhares de peixes são jogados de avião dentro de lagos nos EUA; vídeo

Uma medida no mínimo radical está sendo adotada pela Divisão de Recursos da Vida Selvagem do estado de Utah, nos EUA: imagens divulgadas na sexta-feira (9) mostram um avião despejando milhares de peixes, diretamente do ar para diversos lagos remotos, em uma tentativa de reabastecer os corpos d’água com a fauna aquática.

Fonte: Getty ImagesFonte: Getty Images

O vídeo, divulgado pelo órgão ambiental do estado americano no Facebook, mostra tripulações transformando uma pequena aeronave em um verdadeiro aquário, com milhares de alevinos, peixes recém-nascidos, que são depois derramados de uma rampa, sobre uma região com mais de 200 lagos em Utah.

De acordo com a publicação, “os peixes têm entre 2,5 a 8 cm de comprimento, então eles voam lentamente até a água”, como folhas ao vento. Segundo a agência, esses aviões comportam centenas de litros de água e são capazes de lançar até 35 mil peixes em uma única viagem.

Por que os peixes são jogados do avião?

Fonte: Utah DWR/ReproduçãoFonte: Utah DWR/Reprodução

Chamados de lagos elevados, esses corpos d’água ficam em locais de difícil acesso para carros. Além disso, segundo especialistas do departamento, é difícil manter os níveis e oxigênio para os bichinhos dentro de tanques lotados por longas distâncias.

Dessa forma, a estocagem aérea de peixes tem se revelado um método eficaz, que é utilizado no estado desde a década de 1950. De acordo com pesquisas realizadas com populações de peixes após esse tipo de despejo, a taxa de sobrevivência das populações implantadas é incrivelmente alta.

A estocagem consiste na criação desses peixes em incubadoras. Eles são lançados dos aviões diretamente na natureza por diversos motivos, entre os quais restaurar populações ou fazer pesquisas sobre espécies. No entanto, o despejo aéreo pode se mostrar um método perigoso, tanto para os peixes quanto para os pilotos das aeronaves. 

Por isso, os procedimentos não são feitos aleatoriamente, passando por um cuidadoso planejamento. Segundo o comunicado divulgado pela Divisão de Recursos da Vida Selvagem, os pilotos devem voar "um pouco acima das árvores para soltar os peixes".  Mas, penhascos, montanhas e árvores podem se apresentar como obstáculos. 

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.