Cachorro sente frio? Saiba como cuidar do seu pet no inverno

Você já parou para pensar se o seu animal de estimação sente o mesmo frio que você durante o inverno? Por eles serem peludinhos, nós podemos acabar deduzindo que eles simplesmente não sentem frio. Porém, isso não é totalmente verdade.

Durante as temperaturas mais geladas, os cachorros e os gatos tornam-se mais expostos às doenças sazonais, especialmente a gripe, e também sofrem com a queda da temperatura corporal. Por isso, é importante ter em mente alguns cuidados especiais que podem ser tomados nesse período do ano.

Atenção aos sinais

(Fonte: Pixabay)(Fonte: Pixabay/Reprodução)

Como saber se o seu cachorro está com frio? A temperatura considerada normal de um cão é um pouco mais alta do que a nossa — considera-se saudável 38 °C. Mesmo assim, eles também são capazes de sentir o vento gelado e se incomodar com as temperaturas baixas.

Tanto cães quanto gatos são animais de sangue quente e, portanto, são capazes de sentir as mudanças climáticas. Porém, vale ressaltar que algumas raças são originárias de regiões mais frias, o que faz com que tenham desenvolvido um "casaco de pelo" mais espesso com o passar das gerações, como os Huskys, Chow-chow e São Bernardo.

Especialmente quando estão desconfortáveis com a queda de temperatura, os cachorros costumam demonstrar isso através de gestos e ações corporais. Fique atento para os seguintes indicadores:

  • Patas e orelhas geladas.
  • Corpo tremendo.
  • Temperatura corporal abaixo de 38 °C.
  • Passa muito tempo encolhido em um canto.
  • Dorme demasiadamente.
  • Respiração e movimentos lentos.

Agasalhos e proteção

(Fonte: Pixabay)(Fonte: Pixabay/Reprodução)

Se você notar que o seu pet está sentindo frio, como proceder? Essa é uma situação que costuma confundir alguns donos e pode ser mais difícil do que parece. Apesar de muitas pessoas adotarem as roupinhas para cachorro como solução, em alguns casos isso pode ser problemático.

Tecidos sintéticos e de lã não devem ser usados, visto que causam alergias na pele do animal. Deve-se dar preferência para o algodão e a malha macia. Para cães mais peludos ou gordinhos, os agasalhos não são recomendados — coloque um cobertorzinho para eles dormirem em cima.

Durante o frio, evite realizar qualquer tipo de tosa curta no pelo do seu cachorro e, se possível, mantenha-o dentro de casa em um ambiente mais quente. Outra coisa importante é ter a carteira de vacinação em dia, para evitar que o seu pet tenha mais chances de contrair doenças no frio!

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.