Seja o primeiro a compartilhar

Os 10 destinos de viagem mais perigosos do mundo

Viajar é uma experiência enriquecedora e uma chance de explorar culturas diversas e paisagens exóticas. No entanto, nem todos os lugares são igualmente seguros, e alguns escondem perigos que vão além da beleza superficial.

Conheça dez destinos de viagem que desafiam a vida e os perigos que os tornam únicos.

10. Ciudad Juárez, México

(Fonte: Getty Images)(Fonte: Getty Images)

Ciudad Juárez, na fronteira entre Estados Unidos e México, é dominada por cartéis de drogas. A rivalidade entre os cartéis cria um cenário de violência constante, e a corrupção nas forças policiais agrava a situação, tornando desaconselhável qualquer viagem turística à cidade.

9. Atol de Bikini, Ilhas Marshall

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

O Atol de Bikini, uma aparente joia do Pacífico, foi palco de 67 testes nucleares entre 1946 e 1948. Mesmo décadas depois, o Atol permanece radioativo. Estudos recentes mostram que o local ainda apresenta níveis perigosos de radiação, afetando a saúde daqueles que tentam chegar até lá.

8. 'Ilha do Antraz', Escócia

(Fonte: Getty Images)(Fonte: Getty Images)

Usada como campo de testes para guerra biológica durante a Segunda Guerra Mundial, a Ilha Gruinard, nome real da "Ilha do Antraz", permaneceu contaminada por décadas. Apesar de ter sido declarada segura na década de 1990, a vida no local nunca mais voltou ao normal: um sinal de como a contaminação persistente torna a ilha perigosa para visitantes.

7. Vale da Morte, Califórnia

(Fonte: Getty Images)(Fonte: Getty Images)

Além das temperaturas extremas, o Vale da Morte é propenso a inundações repentinas, minas perigosas e a presença da víbora sidewinder, ou cascavel-chifruda. Apesar dos desafios, a região abriga uma variedade surpreendente de paisagens únicas, incluindo o histórico Castelo de Scotty, atraindo visitantes corajosos anualmente.

6. Estrada da Morte, Bolívia

(Fonte: Getty Images)(Fonte: Getty Images)

A Estrada da Morte é notória por suas quedas íngremes e curvas traiçoeiras. Construída por prisioneiros de guerra, a estrada é responsável por centenas de mortes anuais. Melhorias foram feitas, mas o apelo aos caçadores de emoções persiste.

5. Anak Krakatoa, Indonésia

(Fonte: Getty Images)(Fonte: Getty Images)

Anak Krakatoa é um vulcão ativo com histórico de tsunamis mortais. E apesar da ilha ser um lembrete de como a natureza pode ser tanto magnífica quanto implacável, o governo local desaconselha visitas devido ao risco constante de erupções.

4. Deserto de Danakil, Nordeste da África

(Fonte: Getty Images)(Fonte: Getty Images)

Conhecido como a "porta de entrada para o inferno", o Deserto de Danakil possui temperaturas extremas, gases nocivos e uma situação política volátil.

Fontes termais e lagos de lava representam riscos à saúde, ao mesmo tempo que a instabilidade política aumenta a periculosidade da região.

3. Vale da Morte, Rússia

(Fonte: Getty Images)(Fonte: Getty Images)

Descoberto nos anos 1930, o Vale da Morte na Península de Kamchatka é árido e repleto de gases tóxicos. Cerca de 80 pessoas perderam a vida explorando essa área ao longo dos anos. A combinação de gases letais torna o vale um lugar desafiador e mortal.

2. Região de Darién, fronteira Colômbia-Panamá

(Fonte: Getty Images)(Fonte: Getty Images)

Darién, uma selva notoriamente impenetrável, tornou-se uma rota perigosa para migrantes. Condições extremas, doenças, animais perigosos e gangues fazem da travessia uma jornada mortal. Além disso, crescimento do turismo de aventura adiciona ainda mais risco à região.

1. Costa dos Esqueletos, Namíbia

(Fonte: Getty Images)(Fonte: Getty Images)

Entre o deserto e o oceano, a Costa dos Esqueletos é marcada por correntes traiçoeiras, bancos de areia e naufrágios — cujos esqueletos de navios antigos reforçam a aura sinistra da paisagem única. Como se não fosse o suficiente, leões, hienas e tubarões também tornam essa costa ainda mais mortal.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.