17 coisas que aconteceriam se os humanos desaparecessem de repente
680
Compartilhamentos

17 coisas que aconteceriam se os humanos desaparecessem de repente

Equipe MegaCurioso
Último Vídeo

1 – Na falta de pessoas para realizar as manutenções e alimentar os maquinários com combustível, a maioria das plantas de fornecimento de energia — incluindo as de energia eólica e até as nucleares — deixariam de funcionar e, portanto, não demoraria até que o planeta mergulhasse na escuridão.

2 – As usinas hidrelétricas continuariam funcionando por algum tempo — mas, sem as manutenções necessárias em sua estrutura, as barragens de contenção das represas eventualmente entrariam em colapso, liberando a água — que alagaria vastas regiões e as transformaria em áreas pantanosas.

3 – Sem energia, as estações de metrô e túneis subterrâneos que existem pelo mundo começariam a ficar inundados — pela falta de funcionamento dos sistemas que realizam o bombeamento da água.

4 – Os bichinhos de estimação que tivessem o azar de ficar trancafiados nas residências começariam a morrer de fome e sede apenas alguns dias depois do desaparecimento dos humanos. O mesmo aconteceria com milhões de animais que são mantidos em fazendas e granjas.

5 – E os que conseguissem escapar teriam que lutar para sobreviver e correriam o risco de ser devorados por animais maiores do que eles. Após algumas semanas, não restaria muitos bichinhos de pequeno porte para contar história.

6 – Os parasitas que têm os seres humanos no cardápio — como os piolhos, por exemplo — entrariam em extinção cerca de um ano depois de nós desaparecermos da face da Terra.

7 – As populações de bichos como ratos e baratas — que vivem em proximidade aos humanos — sofreriam diminuições drásticas e poderiam até entrar em extinção.

8 – Depois que os sistemas de resfriamento das usinas nucleares deixassem de funcionar, algumas plantas acabariam explodindo e contaminando o ambiente.

9 – Cerca de um ano depois do desaparecimento dos humanos, os milhares de satélites que se encontram em órbita ao redor da Terra começariam a cair no planeta.

10 – Depois de apenas 25 anos do nosso sumiço, a maioria das praças, parques e vias pavimentadas das cidades seriam completamente tomadas pela vegetação.

11 – Com mais vegetação, muitos animais herbívoros acabariam se “mudando” para as cidades e, atrás deles, viriam seus predadores.

12 – As emissões de poluentes industriais cessariam, e o resultado disso seria um ambiente muito mais limpo.

13 – Cidades como Dubai e Las Vegas, que se encontram próximas a desertos, desapareceriam sob as areias.

14 – Com o tempo, estruturas feitas de ferro e aço — como é o caso da Torre Eiffel e de muitas pontes, por exemplo — começariam a enferrujar e a desabar. Os edifícios também começariam a cair com o tempo.

15 – Aos poucos, a natureza retomaria o espaço uma vez ocupado pelos humanos, e muitas espécies vegetais e animais, incluindo os terrestres e marinhos ameaçados de extinção, voltariam a existir em abundância no mundo. Aliás, bichos domesticados, como os cavalos, por exemplo, retornariam ao seu antigo estado selvagem — e algo parecido aconteceria com frutos e vegetais que foram modificados ao longo dos anos para agradar ao nosso paladar.

16 – Após 10 mil anos do nosso desaparecimento, as únicas evidências da nossa existência no planeta serão algumas construções e estruturas feitas de pedra — que são as únicas que conseguiriam sobreviver à passagem do tempo.

17 – Depois de 50 milhões de anos, fragmentos de plástico e vidro seriam tudo o que restaria como testemunho da existência da nossa civilização na Terra.

***

O Mega está concorrendo ao Prêmio Influenciadores Digitais, e você pode nos ajudar a sermos bicampeões! Clique aqui e descubra como. Aproveite para nos seguir no Instagram e se inscreva em nosso canal no YouTube.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.