15 curiosidades sobre os olmecas, a primeira grande cultura da Mesoamérica
46
Compartilhamentos

15 curiosidades sobre os olmecas, a primeira grande cultura da Mesoamérica

Último Vídeo

1 – Com os passar dos milênios, os registros deixados pela cultura olmeca acabaram se perdendo no tempo e todo o conhecimento que se tem sobre ela atualmente foi “construído” como um quebra-cabeça a partir da análise de figuras esculpidas em pedra, antigas cidades em ruínas e alguns poucos artefatos de madeira.

Cabeças olmecas(Real History World Wide)

2 – O consenso atual é que a cultura olmeca foi a primeira grande civilização a se estabelecer na Mesoamérica, ou seja, no território que hoje corresponde à América Central e ao México.

3 – Os arqueólogos acreditam que a cultura olmeca floresceu por volta do ano 1,5 mil a.C. e seus integrantes foram os predecessores dos astecas, maias e outros povos que surgiram nas Américas ao longo dos séculos.

Artefatos olmecas(Real History World Wide)

4 – Com base nos registros arqueológicos que existem sobre os olmecas, os estudiosos acreditam que o primeiro local onde eles estabeleceram sua capital foi San Lorenzo, no México.

5 – No entanto, por volta do ano 900 a.C., a cidade em San Lorenzo foi destruída – provavelmente por invasores – e os olmecas transferiram sua capital para La Venta, local situado nos limites dos atuais estados mexicanos de Tabasco e Veracruz.

Cabeça de basalto olmeca(Real History World Wide)

6 – A nova capital, aliás, foi construída em uma ilha do rio Tonalá e se transformou no principal centro de comércio da civilização olmeca. Os principais itens que circulavam por lá eram a borracha, o cacau e o sal.

7 – Os sacerdotes se encontravam nas camadas mais elevadas da sociedade olmeca – e se encarregavam de manter a ordem e comandar o povo através da realização de rituais e cerimônias focadas em agradar aos deuses.

Estátua olmeca(Graham Hancok/Bidhu Dev Misra)

8 – Infelizmente, não existem muitos registros sobre as crenças dos olmecas, mas os arqueólogos conseguiram identificar várias figuras esculpidas em pedra, como o “Dragão Olmeca”, o “Deus do Labirinto” e a “Serpente Emplumada”, por exemplo, que provavelmente eram algumas das divindades que compunham sua religião. Essa cultura também realizava sacrifícios de sangue para satisfazer seus deuses.

9 – Não é de se estranhar, portanto, que os olmecas construíssem complexos religiosos em suas cidades e, entre os templos que eles criaram, a maior pirâmide mede 30 metros de altura e 140 m de diâmetro.

Escultura olmeca(Ancient Page)

10 – Os olmecas deixaram imensas cabeças esculpidas em pedra nessas duas capitais – San Lorenzo e La Venta –, algumas com cerca de três metros de altura e pesando entre 20 e 40 toneladas cada uma.

11 – Como muitas das cabeças de pedra foram adornadas com capacetes, os arqueólogos acreditam que as esculturas representam guerreiros.

Estátua olmeca(Wikimedia Commons/George e Audrey DeLange)

12 – A primeira dessas monumentais cabeças foi encontrada em 1862 e, desde então, os pesquisadores descobriram que elas foram esculpidas a partir do basalto disponível em montanhas da região.

13 – Além de criar cabeças enormes em basalto, os olmecas também obtinham jade e magnetita de outras regiões do México e faziam estatuetas, utensílios e joias com esses materiais.

Máscara de jade olmeca(Wikimedia Commons/Wikipedia Loves Art/futons_of_rock)

14 – Os olmecas tinham conhecimento sobre a agricultura e apesar de terem uma dieta nutritiva, rica n consumo de vegetais, peixes e crustáceos, o principal ingrediente de sua alimentação era o milho.

15 – Eles desenvolveram uma forma de escrita por volta do ano mil a.C. composta por uma série de hieróglifos, e utilizavam um calendário baseado em um ano com 365 dias. Contudo, por alguma razão, a cultura olmeca entrou em declínio por volta do ano 400 a.C. e desapareceu da face da Terra — deixando para trás um legado de mistérios.

Cabeça olmeca(Ancient Pages)

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.