Conheça a verdadeira história de Valak, o demônio de “A Freira”
504
Compartilhamentos

Conheça a verdadeira história de Valak, o demônio de “A Freira”

Último Vídeo

Antes de mais nada, vale a pena avisar que este artigo pode conter alguns spoilers para quem nunca assistiu “Invocação do Mal” ou seu spin-off “A Freira” — sendo assim, prossiga por sua própria conta e risco. Bom, filmes de terror que teoricamente são baseados em fatos reais sempre nos deixam com uma pulga atrás da orelha — mas, afinal, será que esses casos macabros realmente aconteceram ou os diretores do longa-metragem apenas utilizam tal estratégia para aumentar a venda de ingressos?

Em teoria, o primeiro capítulo da franquia dirigida por James Wan foi baseada nas aventuras dos investigadores paranormais Ed e Lorraine Warren, cujas histórias também já renderam livros. Na película, a dupla é contratada para investigar fenômenos bizarros que atormentam a residência dos Perron, na cidade de Harrisville. Já na sequência, “Invocação do Mal 2”, somos apresentados a uma criatura demoníaca identificada simplesmente como Valak.

O demônio retorna no spin-off “A Freira”, voltando a aterrorizar a vida dos espectadores e tomando a forma de uma freira nada simpática. O que poucos sabem é que, embora seja impossível atestar se as experiências da dupla Warren são reais ou não, Valak definitivamente não é uma invenção dos roteiristas do longa-metragem. A criatura, na verdade, foi citada pela primeira vez no século XVII.

Entidade macabra

Também grafado como Ualac, Valac, Valax, Valu ou Valic, a entidade em questão é o 62º demônio d’A Chave Menor de Salomão, um grimório dividido em cinco partes e cuja autoria costuma ser atribuída ao Rei Salomão (sim, o mesmo que é citado no Antigo Testamento). O livro em questão, muito famoso na demonologia e por praticantes da Goetia (uma forma de magia negra), lista o nome de 72 demônios que Salomão teria “domado” durante seu reinado, dando instruções de como convocá-los para realizar desejos.

Embora os filmes tenham apresentado-o de uma forma completamente distinta, o Ars Goetia (seção do grimório que descreve as entidades) afirma que Valac se manifesta como uma criança com asas de anjo montado em um dragão de duas cabeças. Sua especialidade seria dar respostas sobre tesouros escondidos e revelar a localização de víboras, entregando-as de forma inofensiva ao mago.

Seu “ranking” é de presidente, tendo 38 legiões de espíritos sob seu comando. É dito que Valac se move com rapidez, voando e geralmente desaparecendo sob o teto. Tal como os outros demônios da Goetia, a invocação de Valac exige que o mago desenhe seu selo e siga um ritual específico para que a entidade se manifeste. Além de aparecer na franquia “Invocação do Mal”, ele também já foi citado na HQ “Chilling Adventures of Sabrina” e no filme “Vampiros de John Carpenter”.

Livro proibido

É importante ressaltar que, embora Salomão seja um personagem bíblico, o tomo sagrado não faz referência a qualquer um dos demônios citados no grimório em questão e a Ars Goetia é considerado um “livro proibido” pelo Vaticano. Apesar disso, como dissemos anteriormente, ele ainda é bastante popular (especialmente na Europa) e não é difícil encontrar quem tente repetir os rituais descritos em tal. Independente de sua fé, é sempre bom avisar: crianças, não tentem isso em casa!

***

Você conhece a newsletter do Mega Curioso? Semanalmente, produzimos um conteúdo exclusivo para os amantes das maiores curiosidades e bizarrices deste mundão afora! Cadastre seu email e não perca mais essa forma de mantermos contato!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.